DSpace
 

Repositório da UTAD >
Depósitos Anteriores a 2015 >
OLD - Teses e Dissertações >
OLD - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/125

Title: Visualização mental: estudo electromiográfico da execução e visualização mental de um gesto desportivo
Authors: Silva, Carlos Manuel Marques da
Advisor: Alves, José Augusto Alves
Leitão, José Carlos
Issue Date: 2008
Description: Tese de Doutoramento em Ciências do Desporto, Psicologia do Desporto
Abstract: Com este estudo pretendemos aumenta reconhecimento sobre os mecanismos subjacentes à visualização mental e demonstrar a sua eficácia no contexto desportivo, através do uso de técnicas electromiográficas. Existe ampla evidência de que a visualização mental e a prática física partilha num conjunto de mecanismos neurais, no entanto continua por demonstrar se a visualização mental provoca algum tipo de actividade subliminar e que espelhe a actividade real. Cinquenta e nove (59) indivíduos destros, foram aleatoriamente divididos em três (3)grupos, tendo participado em duas experiências distintas. Na primeira, os sujeitos do grupo experimental e do grupo de controlo lançaram e visualizaram se a lançar um conjunto de setas a um alvo, com o objectivo de acertar no centro. Foram efectuados registos da performance e dos padrões electromiográficos dos músculos agonista e antagonista do braço dominante no movimento de lançamento. Apesar de durante a visualização mental não existir movimento, foi registado um aumento de actividade EMG em comparação com o estado de repouso. Embora de magnitude muito reduzida, esta actividade era correlacionada como padrão do lançamento real. Após o período de 4 semanas (14sessões) de treino de visualização mental o grupo experimental 1 registou um aumento significativo da performance, enquanto a correlação do padrão EMG entre os lançamentos reais e imaginados aumentava. No grupo de controlo não se registaram alterações significativas na performance nem na correlação entre os padrões. Na experiência2, um terceiro grupo lançava e visualizava lançar um peso de 4K g à maior distância possível. A performance foi medida após um período de 4 semanas (14sessões)de treino de visualização mental, e apesar de um ligeiro aumento, não se registaram diferenças significativas entre a avaliação pré e pós teste. Os resultados parecem indicar que é mais plausível explicar os efeitos de aprendizagem da prática mental em termos de um mecanismo top-down, baseado na activação de uma representação central do movimento do que em termos de um mecanismo periférico de bottom up baseado na activação muscular.
The aim of the present study is to gain more insight in to the mechanisms underlying mental imagery. While there is ample evidence that motor performance and mental imagery share common central neural mechanisms, the question whether MI is accompanied by subliminal electromyographic (EMG) activity remained unsolved. Fifty nine (59)right-handed subjects were randomly divided in to three(3)groups, and two separate experiments were executed. In the first experiment subjects from experimental group 1 and control group were asked to throw and to imagine throw in a dart in to a concentric target Performance and EMG activity from 2 muscles of the dominant arm (agonist and antagonist) was monitored. A significant in creased pattern of EMG activity was recorded in all muscles during mental practice, when compared to the rest condition, while there is no visible movement. Although being subliminal, the magnitude of this activation was found to be correlated to the effort required to really throw and art. This correlation and performance results increase significantly after a period of 4 weeks (14sessions) of mental practice in experimental group 1. Control group had no changes. In experiment 2 another group of subjects were asked to throw and imagine throwing a 4Kg weight to maximum distance. Performance was measured and after 3 weeks (14sessions) of mental practice, in spite of as mall increase, results show no significantly differences between pre and post test evaluation. Results seem to indicate that it is more plausible to explain the learning effects of mental practice in terms of a top-down mechanism based on the activation of a central representation of the movement than in terms of a peripheral bottomup mechanism based on the activation of muscles.
Keywords: Psicologia do desporto
Electromiografia
Desempenho desportivo
URI: http://hdl.handle.net/10348/125
Appears in Collections:OLD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
phd_cmmsilva.pdf6.16 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in Repository are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace DeGois RCAAP Comodo Valid XHTML 1.0! DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback