DSpace
 

Repositório da UTAD >
Depósitos Anteriores a 2015 >
OLD - Teses e Dissertações >
OLD - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/131

Title: Acessibilidade a terminais de uso público
Authors: Cunha, Maria Paula Trigueiros da Silva
Advisor: Duarte, Carlos Alberto Miranda
Cruz, José Afonso Moreno Bulas
Issue Date: 2007
Description: Tese de Doutoramento em Ciências da Engenharia
Abstract: Neste trabalho começamos por focar a relevância e dimensão social do problema de acessibilidade aos Terminais de Uso Público (TUP) e em particular às Máquinas de Venda de Títulos de Transporte (MVTT). Depois de uma revisão sobre o progresso no domínio das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) aplicadas em TUP, adivinha-se o potencial que estas encerram para a supressão das barreiras equacionadas, num futuro à vista. Também damos conta da consciência destes problemas nas esferas políticas europeias e nacionais e de como aquela se tem vindo a traduzir em iniciativas que transmitem à sociedade a noção da oportunidade do tratamento destes problemas. Então explica-se o significado dado ao conceito de Design Inclusivo, várias vezes referido enquanto estratégia para a abordagem e resposta aos problemas através de propostas projectuais que incluam a diversidade humana nos seus pressupostos. As emoções e o prazer que os produtos podem proporcionar aos seus utilizadores estão entre preocupações de inúmeros designers e investigadores da actualidade, motivados desde logo pelo mercado da sociedade de consumo. Referem-se conceitos e estudos que procuram associar e explicar como as propriedades dos produtos afectam as sensações, no sentido de responder a uma necessidade de satisfação cada vez maior. Observa-se como a experiência de uso de outras máquinas pode traduzir-se numa apreciação mais favorável das MVTT. Por outro lado o paradigma CASA, que compara a interacção com máquinas com a que se realiza entre pessoas, leva-nos a considerar que a simpatia expressa na “personalidade” das máquinas pode promover a confiança e ser um factor de inclusão, ao promover uso das máquinas por mais pessoas. A dedicação deste saber à redução de barreiras à utilização de máquinas em geral - e particularmente em MVTT - pode constituir uma oportunidade de aplicação ética e socialmente responsável para os designers e investigadores. As conclusões deste trabalho permitem sugerir aos operadores de transportes públicos novas perspectivas para a abordagem dos problemas dos utentes de transportes e de MVTT e, sobretudo, para equacionarem soluções, materialmente pouco exigentes e que incluam a satisfação de todas as pessoas.
After an overview of the advances made in the application of Information and Communication Technologies (TIC) in TUP, an attempt is made to appraise the potential of TIC for overcoming the obstacles defined, in the foreseeable future. The extent to which European and domestic policies are showing awareness of these problems, and of how such awareness is being expressed in ways that convey to society that the oportunity is being taken to tackle these problems, are then described. Next, the significance ascribed to the concept of Inclusive Design is explained. This is sometimes referred to as a strategy for dealing with and a response to the problems, adopting planned solutions that are based on the factor of human diversity. A great many designers and researchers, motivated first and foremost by the consumer society market, are concerned with the emotions and pleasure that products can offer their consumers. Concepts and studies are mentioned that try to associate properties of products, explaining how they affect the senses in terms of responding to an ever-increasing need for satisfaction. It has been noted how the experience of using other machines can be translated into a more favourable opinion of MVTT. However, the CASA paradigm, which compares interaction with machines and that between people, enables us to consider that the friendliness found in the “personality” of machines can instil confidence, and thus be a factor for inclusion, by encouraging more people to use machines. If this knowledge is targeted at breaking down barriers to the use of machines in general - with particular reference to MVTT - it could be a real chance for an ethical and socially responsible application as far as designers and researchers are concerned. The conclusion of this work contains suggestions for public transport operators to take a different approach to the difficulties faced by users of the transport and the MVTT alike. Above all, it offers new perspectives for finding solutions that are materially not very demanding, and which may go a long way to satisfying everyone.
Keywords: Acessibilidade
Engenharia (reabilitação)
Máquinas de Venda de Títulos de Transporte
URI: http://hdl.handle.net/10348/131
Appears in Collections:OLD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
phd_mptscunha.pdf3.16 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in Repository are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Dspace DeGois RCAAP Comodo Valid XHTML 1.0! DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback