Competências sociais, suporte social e dimensões disciplinares parentais em adolescentes filhos únicos e com irmãos

Data
2017-11-07
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
As competências sociais são essenciais para o adolescente desenvolver e manter relações duradouras.Esta investigação pretende explorar, em adolescentes, o seu suporte social e competências sociais. A amostra foi constituída por 305 participantes, 177 do sexo feminino e 128 do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos. Os instrumentos utilizados foram a Escala de Satisfação com o Suporte Social (ESSS) e o Social Skills Questionnaire (SSQ). Efetuaram-se análises de variância multivariada (MANOVA), com recurso à análise post-hoc através do teste de Scheffé nas múltiplas comparações, e ainda através de medidas de comparação de médias em amostras independentes, efetuando testes t relativamente à satisfação social observaram-se diferenças significativas em função da idade dos adolescentes, na dimensão atividades sociais. Relativamente à configuração familiar, verificou-se que os adolescentes de famílias intactas apresentam níveis superiores de satisfação com os amigos e de intimidade. Nas competências sociais, adolescentes de famílias com pais divorciados apresentam níveis superiores de autocontrolo. Face ao sexo, nas competências sociais, verificou-se que os participantes do sexo feminino apresentam níveis superiores de empatia, e o sexo masculino apresenta maiores níveis superiores de assertividade.Relativamemte à escolaridade, os níveis de autocontrolo são superiores nos adolescentes que frequentam o 3º ciclo. Finalmente, não se encontram diferenças entre adolescentes filhos únicos e os que têm irmãos, relativamente às competências sociais, bem como à satisfação com o suporte social. Assim, sublinha-se a necessidade de promover relações saudáveis entre os pais e os adolescentes, no sentido de contribuir para a qualidade das relações na vida adulta.
Social skills are essential for the adolescents to be able to develop and maintain long-term relationships. This research aims to adopt its support and social skills. The sample consisted of 305 participants, of whom 176 were female and 128 were males with ages between 14 to 18 years. The instruments used in this study were the Social Support Satisfaction Scale (SSSS) and the Social Skills Questionnaire (SSQ). Differential analyzes were performed using multivariate analysis of variance (MANOVA), using post-hoc analysis through the Scheffé test in multiple comparisons, and through means comparison of means in independent samples, by performing t-tests. According to the results and social satisfaction, significant differences are observed as a function of the adolescents’ age, in the social activities dimension. The family configuration, it was found that adolescents from intact families had higher levels of satisfaction with friends and intimacy. In social skills, adolescents from families with divorced parents have higher levels of self-control. According to the gender, in the partner competences, it was found that the female participants had higher levels of empathy, and the male had higher levels of assertiveness. Faced with education, levels of self-control are higher in adolescents who attend the third cycle. Finally, we investigated and we found no differences between adolescent only children and siblings with respect to social skills, nor in relation to satisfaction with social support. In this sense, the study stresses the need to promote the establishment of healthy relationships between parents and adolescents, in order to contribute to the quality of relationships in adult life.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica
Palavras-chave
Família , Satisfação social , Competências sociais , Amigos
Citação