Emergências cirúrgicas em animais de companhia: corpos estranhos gástricos e intestinais

Data
2017
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Os animais de companhia podem ingerir uma enorme variedade de objetos por isso corpos estranhos gastrointestinais são encontrados em cães e gatos de todas as raças e idades. Os corpos estranhos gastrointestinais são mais comuns em cães devido aos seus hábitos alimentares e ingestão indiscriminada de objetos de qualquer género. Nos gatos é mais frequente a presença de corpos estranhos lineares. Os corpos estranhos gastrointestinais resultam da ingestão de objetos, normalmente sem capacidade de progredirem ao longo do trato gastrointestinal, originando uma obstrução. A obstrução pode ser parcial ou completa. Os sinais clínicos mais comuns incluem vómito, letargia, anorexia, dor abdominal, entre outros, no entanto, a presença de um corpo estranho gastrointestinal pode também ser assintomática. Na grande maioria dos casos, a ingestão de corpos estranhos pelo animal não é presenciada pelo seu proprietário, pelo que é extremamente importante uma anamnese completa e a avaliação dos sinais clínicos presentes no momento da consulta. O principal método para diagnosticar a presença de corpos estranhos gastrointestinais é a radiografia abdominal, no caso de corpos estranhos radiopacos, e a radiografia contrastada, para corpos estranhos radiotransparentes. A grande maioria dos corpos estranhos gastrointestinais tem de ser removida por endoscopia ou cirurgia, no entanto antes de qualquer procedimento deve-se estabilizar o animal, já que a ingestão de corpos estranhos representa uma emergência em clínica de animais de companhia. A evolução e desfecho positivo destes casos clínicos passa por realizar um rápido diagnóstico e por uma imediata abordagem terapêutica.
A large variety of objects can be swallowed by animals, leading to the presence of foreign bodies in the gastrointestinal tract of cats and dogs of all ages and breeds. These gastrointestinal objects are more usually found in dogs, due to their eating habits and indiscriminate intake of objects of all sorts. In cats, the presence of linear foreign objects is more common. Gastrointestinal foreign objects are usually referred to objects with no capacity to follow through the gastrointestinal tract, leading to obstruction. This obstruction can be either partial or complete and the most typical symptoms include vomit, lethargy, anorexia and abdominal pain. However, this problem can also be asymptomatic. In the majority of cases, the intake of such objects is not witnessed by the animals’ owners, making the complete anamnesis and evaluation of the clinical symptoms very important at the moment of the consultation. The main method for detection of gastrointestinal foreign bodies is the abdominal radiography for radiopaque objects, or contrast radiography for radiolucent objects. The majority of gastrointestinal foreign bodies needs to be removed by endoscopy or surgery. However, before any step, the animal should be stabilized, as this process is considered an emergency in small animal medicine. Hence, the progress and positive conclusion of these clinical cases require a rapid diagnosis and an immediate therapeutic approach.
Descrição
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
Palavras-chave
Cirúrgia veterinária , Corpos estranhos , Trato gastrointestinal , Animais de estimação
Citação