Utopia III, de Pina Martins: a actualização da Utopia de Thomas More

Data
2008
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A presente dissertação intitulada “Vtopia III, de Pina Martins: a actualização da Utopia de Thomas More” pretende ser uma abordagem à forma dialógica como a narrativa portuguesa Vtopia III sedimentou a sua composição estrutural e semântica a partir da obra matricial Utopia, da autoria do humanista inglês Thomas More, num texto inovador, tematicamente adaptado ao contexto da realidade histórica portuguesa contemporânea, e que Pina Martins, enquanto autor e personagem, escrutina criticamente na sua qualidade de cidadão atento às vicissitudes do seu tempo. Propomo-nos, desta forma, estabelecer relações de convergência/divergência entre as duas obras, fruto do pensamento de duas culturas europeias, a portuguesa e a inglesa, em diferentes fases do seu desenvolvimento, mas que, ainda assim, motivaram a construção de duas obras complementares entre si. Visamos, por esta via, a sistematização de nexos de semelhança e traços linguísticos, formais, temáticos e ideológicos que possam distinguir as duas obras. Se, por um lado, a inscrição da Utopia na génese do pensamento utópico vem credibilizar a obra contemporânea em estudo, por outro, ela serve igualmente de pretexto para se dar visibilidade ao arrojado projecto de Pina Martins e clarificar as intenções desta sua narrativa apresentada como uma sucedânea da primeira Utopia. Trata-se, assim, de uma obra pioneira quanto ao género em que se inscreve na cultura literária portuguesa, e que se encontra ainda relativamente pouco estudada. O nosso estudo visa precisamente contribuir para a superação dessa lacuna.
The following dissertation, “Utopia III, by Pina Martins: the updating of Utopia by Thomas More”, intends to analyze the structural connections between this contemporary Portuguese narrative and the English Renaissance fictional masterwork. Its focus is the different narrative strategies employed by Pina Martins to rewrite More‟s work in order to critically adapt it to the context of Portuguese contemporary historical reality. Hence, our aim is to explain how Pina Martins‟s Utopia III and Thomas More‟s Utopia have dealt both with the critical depreciation of two different historical societies and the ideal representations of their imaginative counterparts. Being the founder of a new literary genre, the English Morean narrative works therefore as a textual pattern for the composition of one rare example of a Portuguese literary utopia; on the other hand, it also operates as a means to highlight the original quality of Pina Martins‟s novel. Utopia III can, therefore, be considered a pioneering literary work within the Portuguese cultural and literary scene that few scholars have yet studied and that deserves to be better known. Our work aims, precisely, to further a much broader knowledge of Utopia III.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Cultura Portuguesa
Palavras-chave
Literatura portuguesa , Literatura inglesa , Estudo comparado
Citação