Validação do kit de amplificação Investigator Argus Y-28 QS para geração rápida de perfis de DNA masculino em amostras forenses

Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A Genética Forense tem como objetivo a resolução de processos judiciais, através da construção de perfis de DNA, cuja análise e interpretação de resultados podem coadjuvar a decisão judicial. O genoma é o conjunto de toda a informação genética, presente num organismo, sendo na sua maioria idêntico em todos os indivíduos da mesma espécie. Cada genoma possui uma pequena fração variável, tornando cada indivíduo único. A tipagem de DNA, no âmbito da análise forense, assenta na variação genética, com o propósito de diferenciar indivíduos. A tipagem de DNA baseia-se na análise de marcadores de regiões não codificantes, caracterizadas por serem regiões hipervariáveis, também denominados de polimorfismos de DNA. Os STRs são, atualmente, o polimorfismo genético mais comumente analisado em perícias de Genética Forense. A análise do cromossoma Y aplica-se à identificação sexual, ao estudo de linhagem masculina e de ancestralidade. O Investigator Argus Y-28 QS Kit é um ensaio multiplex para loci STR do cromossoma Y, com um sistema de controlo interno inovador. A precisão, robustez e confiança nos resultados obtidos, numa análise de DNA, são aspetos de extrema importância, no âmbito da Genética Forense, tornando a validação de ensaios numa etapa imprescindível. Atualmente, existem poucas publicações acerca do kit Investigator Argus Y-28 QS, tornando-se indispensável a compreensão das suas características e limitações. Face ao exposto, foram realizados estudos conducentes à validação interna do kit de amplificação Investigator Argus Y-28 QS, tendo por base as orientações definidas no Procedimento Geral de Validação de Ensaios, elaborado pelo SGBF, INMLCF, I.P. Os parâmetros estudados para a validação desta metodologia foram os seguintes: limiares analíticos, especificidade, sensibilidade, precisão do método, repetibilidade, reprodutibilidade, contaminação e misturas, inibidores, amostras reais, comparação com métodos desenvolvidos e, por fim, comparação inter-laboratorial. O presente trabalho permitiu caracterizar, otimizar e validar o kit Investigator Argus Y-28 QS, no Laboratório do SGBF-C, INMLCF, I.P., podendo ser utilizado com segurança na análise de perfis genéticos, em amostras seguras e problema.
Forensic Genetics aims to solve legal cases through DNA profiles construction, whose analysis and interpretation of the outcomes can assist at judicial decisions. The genome is the set of all genetic information displayed in an organism, which, normally, is identical across individuals from the same species. Each genome owns a small variable fraction that attributes singularity to every organism. In forensic analysis, DNA typing is based on genetic variation, allowing individuals differentiation. DNA typing is based on markers analysis at non-coding regions, characterized by hypervariable regions, also known as DNA polymorphisms. Currently, STRs are the genetic polymorphism most applied in Forensic Genetics expertise. Y Chromosome analysis is applied to sexual identification, also applicable to male lineage studies and ancestry. The Investigator Argus Y-28 QS Kit is a multiplex assay for Y chromosome STR loci, with an innovative internal control system. Reliability, relevance, validity the DNA analysis results are extremely important aspects in Forensic Genetics, making test validation a necessary step. Currently, there are few publications of Investigator Argus Y-28 QS kit, making it necessary to understand its characteristics and limitations. Therefore, studies were carried out aiming the internal validation of the Investigator Argus Y-28 QS amplification kit, based on the guidelines defined in the Procedimento Geral de Validação de Ensaios, prepared by SGBF, INMLCF, I.P. The parameters to validate this methodology were the following: analytical thresholds, specificity, sensitivity, method precision, repeatability, reproducibility, contamination and mixtures, inhibitors, real samples, comparison with developed methods and, finally, interlaboratory comparison. The present study made it possible to characterize, update and validate the Investigator Argus Y-28 QS kit, at the SGBF-C Laboratory, INMLCF, I.P., allowing it to be safely applied in genetic profile's analysis, with safe and problematic samples.
Descrição
Palavras-chave
perfis de DNA , tipagem de DNA
Citação