A Necessidade da Racionalização / Optimização do Consumo de Água na Construção – Caso de Estudo

Data
2009
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A água disponível para o consumo humano é apenas de 1 % dos recursos hídricos do planeta. A ameaça da falta deste recurso, tão valioso, devia conduzir a uma certa sensibilidade, na sua eficiência de utilização, por parte dos cidadãos do Planeta. Infelizmente, reflecte-se o contrário: cada vez se consome mais. Sustentabilidade é a serenidade de reduzir, reciclar os consumos populacionais, sem pôr em causa a qualidade de vida dos cidadãos e também, beneficiar o meio ambiente e seus recursos naturais. O sector da construção é importante para a economia mundial, sendo o principal responsável pela degradação ambiental, que se agrava à medida que as necessidades sobre o consumo de recursos naturais e o uso do solo aumentam. A racionalização / optimização do consumo de água, na construção, é uma matéria onde reside a falta de estudos. O sector da construção consome elevadas quantidades de água. Na construção de qualquer empreendimento, a água é utilizada para o fabrico de betão, na lavagem dos utensílios, rega de lajes, entre outras actividades. Essas actividades provocam impactes gravíssimos no ciclo hidrológico do Planeta. O trabalho centra-se na análise do consumo de água utilizada durante todo o processo de construção de um edifício, localizado no Município do Peso da Régua. Também se debruça na verificação da tarefa de construção que consumiu mais água, na quantificação do consumo de água por fogo e nos gastos monetários devido à sua utilização. Para a construção dos 10 fogos de tipologia T3 foi consumido 85 % da água total despendida na obra, e no fogo de tipologia T4 utilizou-se o restante, 15 %. A obra consumiu cerca de 360000 litros de água para a sua execução. Em todo o Planeta deverão ser consumidos na construção, um valor superior a quinze dígitos de metros cúbicos de água. É uma quantidade muito elevada que desaparece do Planeta, visto que a água utilizada na construção fica em grande parte, inserida nas edificações, sem retorno ao ciclo hidrológico e com impactes ambientais incalculáveis. Para combater esses impactes ambientais, estabeleceram-se medidas mitigadoras para uma melhor eficiência e reaproveitamento da água nas tarefas de edificação.
The available water for human consumption is only 1 % of the hydric resources of the planet. The threat of the lack of this resource, so valuable, should lead to a certain sensibility, in its efficiency of use, by the citizens of the Planet. Unfortunately, it happens the opposite: constantly more water is consumed. Sustainability is the awareness of reducing, recycling the population consumption, regarding the quality of life of the citizens and also, benefit the environment and its natural resources. The construction sector is important for the world-wide economy, being the main cause of the environmental degradation, which is aggravated while the necessities on the consumption of natural resources and the use of the soil increase. The rationalization / optimization of water consumption, in the construction sector, is a subject in which the lack of studies subsists. The construction sector consumes high quantities of water. In the construction of any building, the water is used for the production of concrete, in the washing of the utensils, irrigation of paving stones, among other activities. These activities lead to serious impacts in the hydrological cycle of the Planet. This dissertation focuses on the consumption of water used in the construction of a building located in Peso da Régua. This study also intends to find out the construction task that consumed more water; in the quantification of the water consumption in each apartment and in the monetary expenses due to its use. During the construction of 10 apartments T3, 85 % of the total water spent in the whole construction was consumed, and in the apartment T4 the remain was used, 15 %. The construction of this building consumed around 360000 litres of water for its implementation. In the whole Planet, more than fifteen digits of cubic metres of water are used in the building construction. It is a very elevate quantity of water that disappears from the Planet, since the water used in construction is in large part, inserted into the buildings, without return to the hydrological cycle and with incalculable environmental impacts. To fight these environmental impacts, mitigating measures were established for a better efficiency and reuse of the water in the tasks of building.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil
Palavras-chave
Citação