Efeitos da fadiga em variáveis fisiológicas, de tempo e movimento e padrões de organização espacial das equipas em basquetebol

Data
2016-12-14
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
O objectivo deste estudo foi identificar os efeitos da fadiga em variáveis fisiológicas, de tempo e movimento e padrões de organização espacial das equipas em basquetebol. A amostra de estudo foi constituída por 10 jogadores de basquetebol do escalão de sub-18 com uma média de idades de 17,5 ±0,3 anos. Foram realizadas duas sessões: (i) jogo 10 minutos - yo-yo intermitent recovery test (nível 1) – 1 minuto timeout – jogo 10 minutos. (ii) jogo 5 minutos – 1 minuto timeout – jogo 5 minutos – yo-yo intermitent recovery test (nível 1) – 1 minuto timeout – jogo 5 minutos – 1 minuto timeout – jogo 5 minutos. A FCmáx foi determinada pelo yo-yo intermitent recovery test (nível1) e foram definidas 4 zonas de intensidade: Zona 1 (<75% FCmáx), Zona 2 (75-84% FCmáx), Zona 3 (85-89% FCmáx) e Zona 4 (>90% FCmáx). Foram encontradas diferenças nas distâncias totais percorridas e nas distâncias percorridas a diferentes velocidades. Os jogadores passaram mais tempo na Zona 4 da FCMax embora não tenham sido registadas diferenças entre sessões. O desconto de tempo aporta uma melhoria na organização espacial das equipas em fadiga.
The aim of this study was to identify the effects of fatigue on physiological and time-motion indicators, such as patterns of spatial organization of the teams in basketball. The study sample consisted of 10 basketball players of the under-18 with a mean age of 17,5 ± 0,3 years. There were two sessions: (i) game 10 minutes - yo-yo intermittent recovery test (level 1) - 1 minute timeout - game 10 minutes. (ii) game 5 minutes - 1 minute timeout - 5 minutes game - yo-yo intermittent recovery test (level 1) - 1 minute timeout - 5 minutes - 1 minute timeout - 5 minutes game. The HRmax was determined by the yo-yo intermittent recovery test (level1) and 4 intensity zones were defined: Zone 1 (<75% HRmax), Zone 2 (75-84% HRmax), Zone 3 (85-89% HRmax) and Zone 4 (> 90% HRmax). Differences were found in the total distances traveled and the distance traveled at different speeds. The players spent more time in Zone 4 of the maximum heart rate, although no differences were recorded between sessions. The timeout- improves larger spatial organization of the teams under fatigue.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Ciências do Desporto, Especialização em Jogos Desportivos Colectivos
Palavras-chave
Basquetebol , Fadiga , Frequência cardíaca
Citação