Aplicação de ferramentas biotecnológicas na caracterização e conservação de germoplasma de videira

Data
2022-02-23
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Na Região Demarcada do Douro, as parcelas de vinhas mais antigas, vinhas velhas, são na sua maioria compostas por uma mistura de diversas castas. Isto acontece porque após a crise da filoxera (1868), no momento de replantação, as castas utilizadas foram eleitas com base nos seus termos qualitativos (maior rendimento) assim como a resistência a pragas e doenças. O método de identificação varietal das videiras por descritores morfológicos é suscetível a erro conduzindo, por vezes, a videiras mal identificadas. Os marcadores moleculares permitem uma identificação da casta à qual pertence uma determinada planta com maior precisão e devem, por isso, complementar a identificação morfológica. Utilizando 32 descritores morfológicos e seis descritores moleculares, recomendados pela OIV, foram analisadas trinta e três plantas putativas da casta Malandra, provenientes da Região Demarcada do Douro. Porém, foram identificados sete genótipos diferentes, seis destes coincidentes com castas presentes na legislação e na coleção ampelográfica nacional e um genótipo novo. Nos últimos anos, tem-se vindo a perder um volume significativo de castas minoritárias, principais responsáveis pela riqueza genética característica da região do Douro. A única forma de combater a erosão genética é através da conservação e preservação de germoplasma. Atualmente, em Portugal, a conservação de germoplasma da videira acontece maioritariamente em coleções de campo; contudo, mesmo sob os mais altos padrões de gestão, estas podem desaparecer a qualquer momento, devido a uma grande variedade de fatores (condições climáticas, pragas e doenças, erros de gestão, desastres naturais, etc.). É, assim, necessário complementar com métodos de conservação ex situ como a conservação in vitro e/ou criopreservação. Foram ensaiados dois métodos de conservação in vitro, meio mínimo e conservação a baixa temperatura, utilizando encapsulamento de calos embriogénicos. Foram introduzidas in vitro microestacas de 5 castas, em meio base, e ulteriormente testada a diferença entre a conservação em meio base e em meio mínimo (em 3 castas). Observou-se que, às 12 semanas, as plântulas cultivadas em meio mínimo apresentavam maior comprimento do caule e das raízes em 0,01 vezes e 0,14 vezes, respetivamente, relativamente às cultivadas em meio base. Para o ensaio a baixa temperatura, foi induzida a embriogénese somática em anteras e gineceus (em 3 castas). Em 2095 explants introduzidos, observou-se uma taxa de calogénese de 17,4 % e embriogénese de 0,9 %. Na casta Malandra realizou-se ainda um ensaio a baixa temperatura (8 ºC), utilizando o encapsulamento de calos embriogénicos, no qual não se obteve resultados.
In the Douro Demarcated Region, older vine plots, old vineyards, are mostly composed of several mixed grape varieties. This happens because after the phylloxera crisis (1868), at the time of replanting, the varieties used were chosen based on their qualitative terms (higher yield) as well as resistance to pests and diseases. The method of varietal identification of vines by morphological descriptors is susceptible to error, leading sometimes to poorly identified vines. Molecular markers allow an identification of the variety to which a particular plant belongs with greater precision and should, therefore, complement the morphological identification. Using 32 morphological descriptors and six molecular descriptors, recommended by the OIV, thirty-three putative plants of the Malandra variety, from the Douro Demarcated Region, were analyzed. However, seven different genotypes were identified, six of which coincided with varieties present in the legislation and in the national ampelographic collection and a new genotype. In recent years, a significant volume of minority grape varieties, the main responsible for the genetic richness characteristic of the Douro region, has been lost. The only way to combat genetic erosion is through the conservation and preservation of germplasm. Currently, in Portugal, the conservation of vine germplasm occurs mainly in field collections; however, even under the highest management standards, these can disappear at any time, due to a wide variety of factors (climate conditions, pests and diseases, management errors, natural disasters, etc.). It is, therefore, necessary to complement with ex situ conservation methods such as in vitro conservation and/or cryopreservation. Two in vitro conservation methods were tested, minimal medium and low temperature preservation, using embryogenic callus encapsulation. Microcuttings from 5 varieties were introduced in vitro, in base medium, and later tested the difference between conservation in base medium and in minimal medium (in 3 varieties). It was observed that, at 12 weeks, the seedlings cultivated in minimal medium showed greater length of stem and roots in 0,01 times and 0,14 times, respectively, compared to cultures in base medium. For the low temperature assay, somatic embryogenesis was induced in anthers and gynoeciums (in 3 varieties). In 2095 introduced explants, a calogenesis rate of 17,4 % and embryogenesis of 0,9 % was observed. In the Malandra variety, a test was carried out at low temperature (8 ºC), using the encapsulation of embryogenic calluses, in which no results were obtained.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Engenharia Agronómica
Palavras-chave
Vitis vinifera L. , marcadores de DNA
Citação