Caracterização citológica da cavidade oral do Dragão Barbudo (Pogona vitticeps)

Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Os répteis têm vindo a assumir um interesse crescente no panorama internacional e nacional, como novos animais de companhia. A anatomia e a fisiologia dos répteis podem variar significativamente entre diferentes ordens e espécies. Ao contrário do que se passa com inúmeras espécies de mamíferos, o conhecimento da cavidade oral dos répteis é ainda muito escasso. Por conseguinte, o seu estudo é fundamental para o reconhecimento e correta avaliação das lesões observadas nesta região anatómica. O principal objetivo do estudo foi caracterizar a população citológica normal da cavidade oral de Dragões Barbudos (Pogona vitticeps). A amostra utilizada consistiu em 28 animais clinicamente saudáveis e de coleções privadas, juvenis e adultos, de ambos os géneros. Durante este estudo, foram obtidas duas amostras citológicas da mucosa oral de cada Dragão Barbudo, uma da língua e outra do palato. Após coloração as lâminas foram analisadas ao microscópio ótico. A amostra estudada era composta por 11 (39,3%) animais do género feminino, 11 (39,3%) do género masculino e os restantes 6 (21,4%) eram juvenis, cuja sexagem foi impossível de efetuar. As citologias de ambas as regiões anatómicas revelaram-se hipocelulares, principalmente as do palato, e sem evidência de carga microbiológica alta nem sinais de inflamação. A avaliação citológica permitiu observar um predomínio de células de descamação queratinizadas anucleadas ou com núcleo pequeno, por vezes picnótico, enquanto as células epiteliais basais foram poucas vezes observadas. Foi possível ainda observar algumas células glandulares mucossecretoras (caliciformes) e células binucleadas, na maioria das amostras da língua, sendo estas células raras ou ausentes, respetivamente, nas amostras da mucosa palatina. Observou-se, ocasionalmente, a existência de heterófilos. Estes resultados contribuem para a caracterização da mucosa oral normal da espécie Pogona vitticeps e estão de acordo com os raros estudos na bibliografia consultada. Revelam ainda a importância de novos estudos neste tema, com uma amostragem superior, e com a realização de culturas microbiológicas, para a caracterização da microbiota da cavidade oral, bem como a caracterização citológica de animais com patologia oral.
Reptiles have been a growing interest as pets, both national and internationally. The anatomy and physiology of reptiles can vary significantly between different orders and even species. In the particular case of the oral cavity, and contrary to what happens with numerous mammalian species, knowledge of its characteristics is still very scarce. Therefore, its study is fundamental for the recognition and correct evaluation of the lesions observed in this anatomical region. The main objective of the study was to evaluate the normal cytological population of the oral cavity of Bearded Dragons (Pogona vitticeps), contributing to its characterization. The sample consisted of 28 clinically healthy animals of private collections. Both males and females, and also adults and juveniles were included. During this study, two cytological samples were obtained from the oral cavity of each bearded dragon, one of the tongue and the other of the palate. After the stain, the slides were analysed under an optical microscope. Of the 28 Bearded Dragons studied, 11 (39,3%) were female, 11 (39,3%) male and the remaining 6 (21,6%) were juveniles whose sex was impossible to determine. The cytologies of both anatomical regions analyzed were hypocellular, mainly on the palate, with no evidence of high microbiological load nor inflammation signs. The cytological samples showed a high number of keratinized squamous cells, some anucleated or with small pycnotic nuclei, while basal epithelial cells were seldom observed. Occasionally mucosecretory glandular cells (goblet cells) and binucleated cells were observed, mostly from tongue samples, but these cells were rare or absent in the palate samples. Heterophiles were occasionally observed. Our results contribute to the knowledge and characterization of the normal oral mucosa of the Pogona vitticeps and are in accordance with some previously published studies. In the future, it will be interesting to evaluate a larger reptile sample, as well as to characterize the microbiota of the oral cavity by performing microbiological cultures, and to evaluate cytological samples of animals with oral pathology.
Descrição
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
Palavras-chave
Dragão Barbudo , Pogona vitticeps
Citação