Alta Velocidade Ferroviária em Portugal Impactes e Intermodalidade na Região de Leiria

Data
2011
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
O projecto de Alta Velocidade Ferroviária (AVF) em Portugal, integrado na Rede Transeuropeia de Transportes (RTE-T) e no Plano Estratégico de Transportes 2008-2020 (publicado pelo Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações), é constituído por três eixos ferroviários prioritários: Lisboa – Madrid, Lisboa – Porto e Porto – Vigo. A Rede Ferroviária de Alta Velocidade, S.A. teve por missão a coordenação e desenvolvimento de estudos e projectos visando identificar os impactes, nas componentes ambiental, social e económica, decorrentes da fase de construção e operação da rede portuguesa de AVF. Contudo, na perspectiva do autor, esses trabalhos e estudos estiveram dominantemente centrados na identificação dos impactes directos do projecto, havendo espaço para a investigação e avaliação mais aprofundadas dos impactes indirectos do projecto de AVF. O objectivo da presente dissertação visa, assim, contribuir para um maior conhecimento ex ante (antes da entrada em funcionamento da AVF) dos potenciais impactes indirectos associados à futura estação intermodal de Leiria, dando ênfase à avaliação de impactes territoriais e socioeconómicos. No corredor de AVF Lisboa – Porto, a futura estação intermodal de Leiria, localizada em Barosa, ficará localizada a 35 minutos de Lisboa e a 55 minutos do Porto. A metodologia utilizada nesta investigação teve por base uma análise de benchmarking dos casos de estudo de AVF em contextos similares aos do objecto de estudo - Estação Intermodal de Leiria (Leiria AV) – seguindo-se o desenvolvimento e aplicação de um inquérito de preferência declarada, dirigido às empresas de sector terciário da Área da Metropolitana de Lisboa (AML), com o objectivo de identificar quais os factores que podem vir a influenciar uma possível relocalização dos seus escritórios para a área de influência da futura estação intermodal de Leiria, admitindo-se para tal um cenário de entrada em serviço da AVF. A análise de benchmarking permitiu concluir que a magnitude dos impactes indirectos do projecto de AVF depende da adopção de medidas complementares bem como da acessibilidade (multimodal) à estação de AVF e da sua articulação com as redes urbana e regional. Por outro lado, o estudo piloto na AML (inquéritos de preferência declarada) que compreendeu observações (escolhas) de uma amostra de agentes económicos do sector terciário (empresas do sector imobiliário, escritórios de advogados, empresas de informática e novas tecnologias, empresas de consultadoria e gestão, entre outras), mostrou serem significativas na decisão de relocalização dessas empresas as variáveis “área útil de escritório próxima à estação intermodal de Leiria”, “tempo de viagem em AVF de Lisboa – Porto”, “custo do passe mensal Lisboa - Leiria” e “custo do aluguer mensal de área de escritórios”.
The Portuguese High Speed Rail (HSR) project, integrated in the Trans-European Transport Network (TEN-T) and within the Transport Strategic Plan 2008-2020 (published by the Portuguese Ministry of Public Works, Transport and Communications), comprises three priority railways corridors: Lisbon-Madrid, Lisbon-Porto and Porto-Vigo. The High Speed Rail Authority RAVE S.A was the enterprise responsible for the coordination and development of studies and projects aiming at identifying environmental, social and economic impacts, related to the construction and operation of the Portuguese HSR network. However, following the author’s perspective, those previous studies had been essentially centered in the identification of direct impacts, thus leading space for further investigation and evaluation of possible indirect impacts that can be linked to the HSR project. The objective of this dissertation is to add knowledge on the ex ante (i.e. before entering into operation the HSR) potential indirect impacts related to the future intermodal railway station at Leiria, focusing on the evaluation of territorial and socio-economic impacts. Considering the HSR corridor Lisbon-Porto, the future intermodal railway station at Leiria, located at Barosa, will be at a time distance of 35 minutes from Lisbon and at 55 minutes from Porto. The research methodology used a benchmarking analysis of HSR case studies conducted in similar contexts to the present study – the intermodal railway station of Leiria (Leiria AV) – followed by the development and implementation of stated preference surveys to enterprises of the tertiary sector within Lisbon Metropolitan Area (AML), with the objective of identifying a possible re-location of offices from Lisbon to the influence area of the future Leiria AV intermodal station, assuming a scenario of HSR operation in that corridor. The benchmarking analysis showed that the magnitude of the HSR indirect impacts depends on the adoption of complementary measures along with the accessibility (multimodal) provided to the station and its integration with urban and regional network. On the other hand, the pilot study conducted within AML (stated preference surveys) which involved observations (choices) of a sample of economic agents of the tertiary sector (real estate sales agents, lawyer offices, computing and new technology related firms, management and consulting firms, between others), revealed as significant variables in the decision to re-locate the “ net floor area available nearby the Leiria AV station”, “travel time between Lisbon- Porto”, “cost of the travel pass between Leiria and Lisbon” and “Monthly Rent of office at the Leiria AV”.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil
Palavras-chave
Alta Velocidade Ferroviária , Região de Leiria , Impactes Directos e Indirectos , Intermodalidade
Citação