Transferência embrionária em bovinos no Norte de Portugal

Data
2022-07-25
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A transferência de embriões, quando acompanhada de resultados positivos, representa um dos métodos de reprodução animal assistida mais rápidos e económicos para o aumento das taxas reprodutivas de fêmeas com alto valor genético. Contudo a sua eficiência está dependente de múltiplos fatores, entre os quais, o sucesso dos protocolos de superovulação. Estes são responsáveis por aumentar a taxa de ovulação, bem como a quantidade e qualidade dos embriões recuperados. Porém, apesar dos esforços efetuados ao longo dos anos, a elevada variabilidade das respostas superovulatórias continua a afetar marcadamente a eficácia dos mesmos e, consequentemente, a eficácia dos programas de transferência de embriões. No estudo aqui apresentado, foi testado o efeito de adição de um dispositivo de libertação de progesterona (CIDR) aos protocolos de superovulação, na tentativa de perceber se o mesmo contribui de forma positiva para melhorar os resultados das respostas superovulatórias. Para tal foram analisados dados referentes a 136 recolhas de embriões ocorridas entre janeiro de 2017 a dezembro de 2021em novilhas de aptidão leiteira, da região Norte de Portugal e pertencentes a 7 explorações distintas. Do número total de novilhas, 65 foram submetidas a um protocolo de superovulação sem a aplicação de CIDR (Protocolo A) e 71 novilhas foram superovuladas com recurso a um protocolo de superovulação semelhante, mas o qual incluía a utilização de um CIDR (Protocolo B). As variáveis avaliadas foram total de estruturas recuperadas, embriões, oócitos, zonas pelúcidas, embriões de qualidade 1, embriões de qualidade 2, embriões de qualidade 3 a 4 e embriões transferíveis, sendo todas estas variáveis estudadas em termos de valor médio obtido por dadora/recolha. Da análise estatística efetuada, conclui-se que o CIDR não demonstra ter um efeito estatisticamente significativo sobre as respostas superovulatórias alcançadas e, por conseguinte, na eficácia dos protocolos de superovulação (P> 0,05). No entanto, há que referir que, do Protocolo A para o Protocolo B, se registou um aumento da média de embriões transferíveis e na média de embriões de qualidade 1 e um decréscimo da média de embriões de qualidade 3 a 4, como pretendido. Todavia, estas alterações não apresentaram significância estatística, exceto para a última variável mencionada, (P=0,400 P=0,282 e P=0,049, respetivamente). Ao contrário do esperado, foi registada uma descida da média do total de estruturas recuperadas, na média de embriões e embriões de qualidade 2 e uma subida da média de oócitos e zonas pelúcidas. Contudo, igualmente sem significância estatística (P=0,908, P=0,819, P=0,985, P=0,898 e P=0,979, respetivamente). Assim, e perante a falta da obtenção de diferenças significativas, é aconselhável a realização de estudos futuros com uma amostra de maiores dimensões.
Embryo transfer, when accompanied by positive results, represents one of the fastest and most economical assisted reproduction methods for increasing reproductive rates of females with high genetic value. However, its efficiency depends on multiple factors, including the success of superovulation protocols. These are responsible for increasing the ovulation rate, as well as the quantity and quality of recovered embryos, however, despite the efforts made over the years, the high variability of superovulatory responses continues to markedly affect their effectiveness and, consequently, the effectiveness of embryo transfer programs. In the study presented, the effect of adding a progesterone releasing device (CIDR) to superovulation protocols was tested, in an attempt to see if it contributes positively to improving the results of superovulatory responses. To this end, data were analyzed from 136 embryo collections that took place between January 2017 and December 2021 in dairy heifers, in the northern region of Portugal and belonging to 7 different farms. Of the total number of heifers, 65 underwent a superovulation protocol without the application of CIDR (Protocol A) and 71 heifers were superovulated using a similar superovulation protocol, which included the use of a CIDR (Protocol B). The variables evaluated were: total number of recovered structures, embryos, oocytes, zona pellucidas, quality 1 embryos, quality 2 embryos, quality 3 to 4 embryos and transferable embryos, all of which were studied in terms of mean value obtained per donor and collection. From the statistical analysis carried out, it can be concluded that the CIDR does not demonstrate a statistically significant effect on the superovulatory responses achieved and, consequently, on the effectiveness of superovulation protocols (P> 0,05). However, it should be noted that , from Protocol A to Protocol B, there was an increase in the average of transferable embryos and quality 1 embryos and a decrease in the average of quality 3 to 4 embryos, as intended. However, these changes did not show statistical significance, except for the last-mentioned variable (P=0,400 P=0,282 and P=0,049, respectively). Contrary to expectations, a decrease in the average of the total of recovered structures, embryos and embryos of quality 2 and an increase in the average of oocytes and zona pellucidas was recorded. However, also without statistical significance (P=0,908, P=0,819, P=0,985, P=0,898 and P=0,979, respectively). Therefore, and given the lack of obtaining significant differences, it is advisable to carry out future studies with a larger sample.
Descrição
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
Palavras-chave
Transferência de embriões , bovinos
Citação