A música luso-brasileira: um estudo da produção musical no período joanino de 1808 a 1822

Data
2017-05-11
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
O período joanino no Brasil deixou uma rica diversidade cultural e musical, tanto para a nação brasileira, como à portuguesa. A pretensão do estudo está em averiguar a bibliografia existente, com o objetivo de identificar toda a fusão cultural e musical ocorrida no encontro da corte portuguesa com a sociedade do Brasil colónia, bem como dos demais protagonistas de diversos países que estiveram presentes no período abordado. Para tanto, será apontado o mais importante personagem que se teve no período joanino de 1808 a 1822, o rei Dom João VI, que além de ter sido um grande gestor administrativo e político, teve um papel fundamental como gestor musical do período abordado. Com base em dados biográficos e documentais dos compositores José Maurício Nunes Garcia, Marcos Portugal e Sigismund Neukomm, bem como através de partituras cópias e manuscritas de suas respectivas obras, são possíveis de se averiguar as diferenças e semelhanças estruturais e estéticas entre os compositores. Para tal exame, levam-se em conta suas formações musicais e o contexto histórico em que cada compositor se inseriu. O estudo dos artistas abordados é um importante fator para uma interpretação histórica fundamentada, proporcionando, assim, uma melhor compreensão das atividades musicais do período joanino, bem como para a música brasileira e portuguesa pós-joanina. Pode-se concluir que desde o descobrimento do Brasil, o período joanino foi sem dúvida o mais intenso em termos musicais, propiciando à população o acesso a tudo que acontecia de melhor no universo da música europeia, transformando o Rio de Janeiro em um grande centro cultural e musical ancorado por músicos compositores e intérpretes consagrados internacionalmente.
The Joanino period in Brazil left a rich cultural and musical diversity, both for the Brazilian and the Portuguese nations. The aim of this study is to determine the existing literature in order to identify all the cultural and musical fusions that took place when the Portuguese court met the society at the Brazil colony, as well as the other actors from different countries attending the covered period. The most important individual in the Joanino period, 1808 to 1822 was King Dom João VI, who in addition to being a great administrative and political, manager played a key role as a music manager during the period. Based on biographical data and documents, as well as through sheet music copies and handwritten works. The composers José Maurício Nunes Garcia, Marcos Portugal and Sigismund Neukomm make it possible to ascertain the differences and structural and aesthetic similarities between the composers. For such an examination, their musical formations as well as the historical context in which each composer was inserted was taken into account. The study of these artists is an important factor for a historical interpretation, thus providing a better understanding of the musical activities of the Joanino period, as well as to the Brazilian and Portuguese post-Joanino music. It can be concluded that since the discovery of Brazil, the Joanino period was arguably the most intense musically, providing the population with access to everything the best European music transforming Rio de Janeiro into a major cultural and musical center anchored by internationally recognized composers, musicians and performers.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Ciências da Cultura
Palavras-chave
João VI, Dom, 1767-1826 , Musicologia , Compositores joaninos , Obras musicais
Citação