Fissuras intracondilares do úmero no Cão Springer Spaniel Inglês: Apresentação de casos clínicos

Data
2021-02-11
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
O côndilo umeral juntamente com o rádio e a ulna compõem a articulação do cotovelo. Nesta articulação, a nível do plano sagital médio do côndilo do úmero, determinadas raças de cães são geneticamente predispostas ao desenvolvimento de uma fissura, denominada Fissura Intracondilar Umeral (HIF). A HIF, anteriormente designada de Ossificação Incompleta do Côndilo Umeral (IOHC), apesar de também acometer outras raças de cães, regista uma maior prevalência em raças Spaniel, com destaque para o cão Springer Spaniel Inglês, no Reino Unido. Uma HIF pode ser subclínica, ou, em contrapartida, pode causar diferentes graus de dor e claudicação ao animal. Os cães com HIF apresentam um risco iminente de desenvolver fraturas condilares do úmero (FCUs) – fraturas condilares laterais, fraturas condilares mediais e fraturas bicondilares em “Y” ou “T”. Estas fraturas têm a peculiaridade de frequentemente ocorrerem durante a atividade física normal e na ausência de trauma. O diagnóstico desta patologia requer a demonstração da presença de uma fissura a nível do côndilo do úmero, pelo que os exames complementares de diagnóstico comummente utilizados são a radiografia e a tomografia computorizada, constituindo este último a técnica de imagem de eleição. O tratamento desta deformidade baseia-se na colocação de um parafuso transcondilar com o intuito de estabilizar e fortalecer o côndilo umeral e, assim, diminuir o risco de fratura. A componente prática desta dissertação reside na descrição de 3 casos clínicos diagnosticados com HIF, acompanhados durante o período de estágio no Northwest Veterinary Specialists (NWVS). Destes três casos, o primeiro apresenta uma FCU secundária a HIF e uma HIF subclínica no cotovelo contralateral; o segundo uma HIF clínica; e o terceiro uma fratura do parafuso subsequente ao tratamento de HIF. No final, está representada uma análise estatística descritiva dos dados de casos clínicos presentes com FCU e/ou HIF, ao longo do ano 2019 no NWVS, onde são avaliadas diversas variáveis: raça, idade, género, apresentação clínica, tratamento, implante utilizado e complicações pós-operatórias.
The humeral condyle together with the radius and ulna make up the elbow joint. In this joint, at the level of the mid-sagittal plane of the humeral condyle, certain breeds of dogs are genetically predisposed to the development of a fissure, called Humeral Intracondylar Fissure (HIF). HIF, previously called Incomplete Ossification of the Umeral Condyle (IOHC), although it affects other breeds of dogs, it has a higher prevalence in Spaniel breeds, especially the English Springer Spaniel dog, in the United Kingdom. HIF can be subclinical or it can cause different degrees of pain and lameness to the animal. Dogs with HIF have an imminent risk of developing humeral condylar fractures (HCFs) – lateral condylar fractures, medial condylar fractures and bicondylar fractures in "Y" or "T". These fractures have the peculiarity that they usually occur during normal physical activity and in the absence of trauma. The diagnosis of HIF requires the demonstration of a fissure at the level of the humeral condyle. Therefore, the complementary diagnostic exams commonly used are radiography and computed tomography, the latter being the imaging technique of choice. The treatment of this deformity is based on the placement of a transcondylar screw in order to stabilize and strengthen the humeral condyle and, thus, minimize the risk of fracture. The practical component of this dissertation resides in the description of 3 clinical cases diagnosed with HIF, followed up during the externship period at Northwest Veterinary Specialists (NWVS). The first case presents a HCF secondary to HIF and an incidental HIF in the opposite elbow; the second a clinical HIF; and the third a fracture of the screw subsequent to HIF treatment. At the end, it is represented a descriptive statistical analysis of the clinical cases’ data presented with HCF and/or HIF, throughout the year 2019 at NWVS, where different variables are evaluated: race, age, gender, clinical presentation, treatment, implant used and postoperative complications.
Descrição
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
Palavras-chave
Springer Spaniel Inglês , úmero
Citação