Vulnerabilidades fiscais decorrentes da adoção de padrões monetários nacionais como meio de pagamento internacional: a experiência do padrão-dólar

Data
2014-10-17
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
O objetivo geral da presente investigação foi identificar vulnerabilidades no atual modelo de gestão do Sistema Monetário Internacional a partir da investigação do Padrão-Dólar. A análise se desenvolveu em torno do Programa Large-Scale Asset Purchases-LSAP, escolhido como estudo de caso para o desenvolvimento da pesquisa. O Programa LSAP foi uma das soluções encontradas pelos EUA para estimular sua economia, em resposta à crise financeira de 2007. Através dele, o governo americano passou a injetar vultosas somas de recursos no setor privado, mediante a compra de títulos públicos. A investigação procurou analisar o impacto da gestão do Programa LSAP nos EUA e no resto do mundo buscando identificar: (1) vínculos entre o referido Programa e a cotação da moeda americana frente às principais moedas estrangeiras; (2) relações entre a oscilação do valor do Dólar e as importações e exportações americanas; (3) relações entre as importações/exportações dos EUA e as importações/exportações do resto do mundo; e (4) relações entre as importações/exportações do resto do mundo e a gestão dos mercados cambial e monetário estrangeiros, bem assim, seus níveis de endividamento externo e sua capacidade de pagamento. Para tanto, foi acompanhada a evolução da paridade do Dólar frente às moedas de alguns dos principais países do mundo: Brasil, China, África do Sul, Índia, países da Zona do Euro, Japão e Reino Unido. A análise ocorreu entre novembro de 2010 e junho de 2011, período no qual o governo americano injetou 600 bilhões de dólares em sua economia. Os resultados da pesquisa demonstraram que (1) a adoção de políticas monetárias expansionistas pelo governo americano interferiu nos modelos de gestão cambial e monetário - nessa ordem - adotados pelo grupo de países selecionados para análise, na medida em que tais políticas promovem oscilações no valor do Dólar; (2) a oscilação cambial da moeda americana se fez sentir diferentemente entre os países observados, mas, de uma maneira geral, prevaleceu a valorização das moedas estrangeiras (desvalorização do Dólar); (3) ficou constatado que o Dólar atua conjuntamente sobre (i) as gestões monetária e cambial estrangeiras; (ii) o estoque de reservas internacionais dos países; (iii) seu grau de endividamento externo e (iv) sua capacidade de pagamento perante a comunidade internacional; e (4) o Dólar funciona como meio transmissor dos desajustes da economia americana às nações estrangeiras. Os levantamentos realizados nos permitiram concluir que, dada a sua condição de moeda universalmente aceita, o Dólar têm grande influência sobre os modelos de gestão adotados pelos governos estrangeiros, na medida em que os expõe a vulnerabilidades. A condição de vulnerabilidade desses governos expressa-se precisamente pelo fato de eles terem de adequar sua estrutura de planejamento às oscilações cambiais da moeda americana, boa parte das vezes ocasionadas por políticas monetárias adotadas pelos EUA. Em decorrência, os países acabam sendo pressionados a abandonarem os rumos de seus objetivos nacionais, ainda que momentaneamente, para trazerem suas paridades a níveis aceitáveis. A recuperação da paridade perdida passa também a representar, portanto, o alvo desses governos, concorrendo com os seus próprios planos, programas e projetos.
The overall objective of this research was to identify vulnerabilities in the current fiscal management model of the International Monetary System from the investigation of pattern-Dollar. The analysis is developed around the Program Large-Scale Asset Purchases - LSAP, chosen as a case study for the development of research. The LSAP Program was one of the solutions found by the U.S. to stimulate its economy, in response to the financial crisis of 2007. Through it, the U.S. government began to inject huge sums of resources in the private sector through the purchase of government bonds. The research sought to examine the impact of LSAP program management in the U.S. and around the world seeking to identify: (1) links between this Program and the price of the U.S. dollar against major foreign currencies; (2) relations between the oscillation of the value of the dollar and U.S. exports and imports; (3) relations between U.S. exports / imports and imports / exports from the rest of the world; and (4) relations between imports / exports from the rest of the world and manage your foreign exchange market, monetary, its level of indebtedness and ability to pay. Therefore, it was accompanied by the evolution of the parity of the dollar against the currencies of some major countries: Brazil, China, South Africa, India, countries in the Eurozone, Japan and the UK. The analysis took place between November 2010 and June 2011, during which the U.S. government injected $ 600 billion into its economy. The survey results showed that (1) the adoption of expansionary monetary policies by the U.S. government interfered in models of exchange rate management and monetary - in that order - adopted by the group of countries selected for analysis, to the extent that such policies promote changes in the value of the dollar; (2) the fluctuation of the U.S. dollar exchange rate was felt differently across countries observed, but, in general, the prevailing foreign currency appreciation (depreciation of the dollar); (3) was found that the Dollar operates jointly on (i) the managements monetary and foreign exchange; (ii) the stock of international reserves of the country, (iii) the degree of indebtedness and (iv) its ability to pay before the international community; and (4) Dollar serves as the transmitting medium of misfits of the U.S. economy to foreign nations. The surveys allowed us to conclude that, given his condition universally accepted currency, the Dollar has great influence on the management models adopted by foreign governments, as it exposes them to vulnerabilities. The vulnerable condition of these governments is expressed precisely because they have to adjust their planning framework to exchange rate fluctuations of the U.S. dollar, most often caused by monetary policies adopted by the U.S. As a result, countries end up being pressured to abandon the course of their national goals, even momentarily, to bring their parities to acceptable levels. The recovery of lost parity now also represent, therefore, the target of these governments, competing with their own plans, programs and projects.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Gestão
Palavras-chave
Gestão pública , Gestão monetária , Mercado de câmbios , Modelo de gestão
Citação