Efeitos crônicos de diferentes métodos de treinamento sobre a pressão arterial e perfil lipídico em mulheres sedentárias hipertensas

Data
2016-04-14
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Uma das doenças cardiovasculares mais comuns na atualidade é a hipertensão arterial, na qual se configura como sendo uma enfermidade de origem multicausal e multifatorial. Dessa forma, o objetivo do presente estudo foi verificar a pressão arterial e o perfil lipídico, de pacientes hipertensas controladas por medicamento, por meio do efeito agudo e crônico de sessões de treinamento concorrente, aeróbio e de força. Os grupos do estudo foram formados por 29 voluntárias mulheres hipertensas (53,27 + 10,7anos; 70,41 + 10,3g; 152 + 6,1cm; 30,77 + 2,39imc; pas <140; pad <90), divididas em 4 grupos: grupo controle (GC), grupo treinamento aeróbio (GTA), grupo treinamento de força (GTF) e grupo treinamento concorrente (GTC). O protocolo experimental foi constituído de seis etapas: (1) TCLE e cadastro das participantes; (2) Seleção da amostra, triagem e anamnese (critérios de inclusão e exclusão); (3) Avaliação física e das variáveis pressão arterial sistólica (PAS), pressão arterial diastólica (PAD) e pressão arterial média (PAM); (4) Avaliação das variáveis triglicerídeos (TG), colesterol total (CT), high density lipoprotein (HDL), low density lipoprotein (LDL), very low density lipoprotein (VLDL); (5) Aplicação dos três protocolos de treinamento, três sessões na semana, durante três meses consecutivos; (6) Reavaliação geral. Todas as variáveis foram descritas com valores de tendência central (média) e dispersão (desvio padrão). O teste de Shapiro-Wilk foi utilizado para verificar a normalidade dos dados, assim como a homogeneidade das variâncias foi confirmada pelo teste de Levene (p>0,05). Para análise do efeito do treinamento aplicou-se uma Anova-two-way [3 intervenções (TA, TF e TC) x 2 variáveis dependentes (bioquimica e hemodinâmica) x 2 entradas (pré e pós, intra e intergrupos)], um post hoc de Scheffé foi utilizado para indicar o método que causou modificação na variável. O nível alfa adotado foi 0,05 para todas as análises. O tratamento estatístico foi realizado no pacote estatístico SPSS 17.0 para Windows (SPSS Inc., Chicago, IL, USA). A pesquisa baseou-se na hipótese de que o treinamento concorrente pode ser mais eficiente para a melhora das variáveis estudadas do que os treinamentos aeróbio e de força isolados, em virtude de reunir as adaptações e benefícios oriundos tanto do treino aeróbio como do resistido. Resultados: Observaram-se alterações significativas na PAS em GTA (p=0,04), e em GTC (p=0,01). GTF apresentou PAD (p=0,02), PAM (p=0,03); HDL no GTC (p=0.05). Na comparação entre os grupos experimentais (pré-pós) não ocorreram diferenças significativas em todas as variáveis. Entretanto, ao comparar o GTA, GTF, GTC com GC, houve resultados na PAS (p=0,020), PAD (p=0,025), PAM (p=0,015) e HDL (p=0,006). Conclui-se que os três tipos de treinamento aplicados podem ser efetivos como tratamento complementar da hipertensão arterial sistêmica, combatendo o sedentarismo, porporcionando reduções na tensão arterial e melhora do quadro lipídico de mulheres hipertensas medicamentadas.
One of the most common cardiovascular diseases nowadays is the arterial hypertension, which is setup as a disease of multifactorial and multi-causal origin. In order to promote a better control of blood pressure and lipid profile of patients with hypertension controlled by medication, the acute and chronic effects of concurrent, aerobic and strength training sessions were evaluated in this investigation. The study groups were formed by hypertensive 29 volunteer women (53,27 + 10,7 years; 70,41 + 10,3Kg; 152 + 6,1cm; 30,77 + 2,39 BMI; SBP<140; DBP<90), divided into four groups: control group (CG), aerobic training group (ATG), strength training group (STG) and concurrent training group (CTG). The experimental protocol consisted of six steps: (1) Informed Consent and registration of participants, (2) Sample selection, triage and anamnesis (criteria for inclusion or exclusion), (3) Physical evaluation and variables systolic blood pressure (SBP), diastolic blood pressure (DBP), and mean arterial pressure (MAP), (4) Evaluation of the variables triglycerides (TG), total cholester (TC), high density lipoprotein (HDL), low density lipoprotein (LDL), very low density lipoprotein VLDL, (5) Application of three training protocols, 3 sessions a week for 3 consecutive months, (6) general reassessment. All variables are described as measures of central tendency (mean) and dispersion (standard deviation). The Shapiro-Wilk test was used to verify the normality of the data, as well as the homogeneity of variances was confirmed by Levene's test (p>0,05). To analyze the effect of training was applied to two-way ANOVA [3 interventions (TA, TC and TF) x 2 dependent variables (biochemical and hemodynamic) x 2 inputs (pre-and post-, intra-and inter-group)], a post hoc Scheffé was used to indicate the method that caused changes in the variable. The alpha level was set at 0.05 for all analyzes. Statistical analysis was performed in SPSS 17.0 for Windows (SPSS Inc., Chicago, IL, USA). The research was based on the hypothesis that concurrent training could contribute more significantly to the improvement of the studied variances than the training (aerobic or strength) applied in an isolated way due to gather the adaptations and benefits from both aerobic and resistance training. Results: Significant changes were observed post-training in SBP in ATG (p = 0.002), and STG DBP (p = 0.01), MAP (p = 0.02) and HDL in CTG (p = 0.02) and STG (p = 0.05). In the comparison made between the experimental groups (pre-post) there were no significant differences in all variables. However, when comparing the ATG, STG, CTG and CG, there were significant results for DBP (p = 0.025), MAP (p = 0.037) and HDL (p = 0.001) and LDL (p = 0,001). In conclusion, the three types of applied training in the present study can be effective as complementary treatment of hypertension, combating sedentary lifestyle; providing a lower blood pressure and an improvement of the lipid profile in medicated hypertensive women.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Ciências do Desporto, Especialização em Avaliação e Prescrição na Atividade Física
Palavras-chave
Hipertensão , Adultos , Idoso , Exercício aeróbio , Exercício de força
Citação