Diferenciação de vinhos monovarietais do Douro

Data
2014
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A origem, a qualidade e a garantia de autenticidade de variados produtos é uma prioridade mundial. Os países europeus possuem uma legislação variada com a finalidade de garantir que os produtos que circulam ou entram no espaço comunitário, sejam de qualidade e de origem garantida. Os produtos alimentares tal como o vinho, não são excepção, até porque este é um produto português de excelência, no que respeita à exportação. Segundo o IVDP, os vinhos monovarietais produzidos na Região Demarcada do Douro, são produzidos principalmente a partir das castas Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz, razão pela qual estes são os únicos comercializados e com um elevado valor económico. Apesar do seu valor económico, verificou-se que existem poucos estudos sob a autenticidade em vinhos portugueses, sendo a bibliografia ainda mais escassa em vinhos da Região Demarcada do Douro no que diz respeito à sua autenticação. Assim, o objetivo do presente trabalho foi desenvolver um modelo de autenticidade dos vinhos monovarietais das castas Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz provenientes da Região Demarcada do Douro utilizando uma técnica rápida baseado no seu perfil em antocianinas. Utilizaram-se 81 amostras de vinho monovarietais, todas com um tempo de vida menor que três anos, sendo 40 amostras de vinho elaborado com a casta Touriga Nacional; 13 amostras elaboradas com a casta Touriga Franca e 28 amostras com a casta Tinta Roriz provenientes das diferentes sub-regiões da Região Demarcada do Douro. O perfil de antocianinas destes vinhos foi obtido por análise directa do vinho sem pré-tratamento de amostra por cromatografia líquida de elevada eficiência utilizando um detector de conjunto de foto-díodos. Utilizando a abundancia relativa das diferentes antocianinas detectadas em cada um dos vinhos, verificou-se a existência de diferenças significativas na composição em antocianinas dos vinhos das três castas: a casta Touriga Nacional apresenta um teor relativo de malvidina-3-acetilglucosideo superiores aos vinhos das castas de Touriga Franca e Tinta Roriz; os vinhos da casta de Tinta Roriz apresentam uma abundancia relativa de peonidina-3-cumarilglucosideo, cianidina-3-glucosideo e petunidina-3-glucosideo superiores aos vinhos das outras castas; já os vinhos da casta Touriga Franca apresentam um teor relativo de peonidina-3-acetilglucosideo inferior aos vinhos produzidos a partir das outras duas castas estudadas. Esta diferença no perfil de antocianinas poderá estar relacionada com uma diferente regulação da expressão genética, dado ser observado um diferente padrão de correlação entre os conteúdos de antocianinas nas diferentes castas. Utilizando o perfil de antocianinas e a análise linear discriminante foi possível desenvolver um modelo de discriminação com uma percentagem de sucesso de classificação de 100%. O modelo foi validado pela metodologia de “leave-one-out” sendo neste caso também a percentagem de sucesso de classificação de 100%. Estas diferenças no perfil de antocianinas destas castas não dependeu do ano de vinificação, da sub-região da Região Demarcada do Douro nem do produtor, podendo ser utilizado para a discriminação da casta utilizada para a produção dos vinhos monovarietais desta Região Demarcada.
The origin, quality and guarantee of authenticity of various products are a global priority. European countries have a range of legislation in order to ensure that products that circulate or enter the community space are with guaranteed origin and quality. Wines are no exception, because this is a Portuguese product of excellence intended for exportation. According to the IVDP, monovarietal wines produced in the demarcated region of the Douro are mainly produced from Touriga Nacional, Touriga Franca and Tinta Roriz grape varieties, which is why these are the only monovarietal wines marketed and with a high economic impact. Despite its economic value there are very few studies regarding the authenticity of Portuguese wines, even less for wines from the Douro Region regarding their authentication. The aim of this study was to develop an authenticity model for monovarietal wines produced from Touriga Nacional, Touriga Franca and Tinta Roriz grape varieties from the Douro Region using fast analysis technique based on the anthocyanin profile. In this study 81 monovarietal wines were used, all with less than three years, being 40 samples of wine produced with Touriga Nacional grape varieties; 13 samples with Touriga Franca grape varieties and 28 samples with Tinta Roriz grape varieties collected from the three different subregions of the demarcated region of the Douro. The anthocyanin profile of these wines was obtained by direct analysis of the wine without sample pretreatment using a high-efficiency liquid chromatography with a photo- diodes detector. Using the relative abundance of the different anthocyanins detected in each monovarietal wine, it was possible to observe significant differences among the anthocyanin profile of the monovarietal wines produced from the three different grapes varieties: the wine produced with Touriga Nacional grape variety presents a relative content of malvidin-3-acetylglucoside higher than the wines produced from Touriga Franca and Tinta Roriz grape varieties; the monovarietal wine produced with Tinta Roriz grape variety presents an abundance of peonidin-3-cumarylglucoside, cyanidin-3-glucoside and petunidin-3-glucoside higher than the monovarietal wines produced by the other two grape varieties; the monovarietal wine produced with Touriga Franca grape variety presents a relative content of peonidin-3-acetylglucoside lower than the monovarietal wines produced from the other two grape varieties studied. These differences observed in the anthocyanins profile may be related to a different regulation of gene expression, since it is observed a different correlation pattern among the relative abundance of anthocyanins in the different grape varieties. Using the anthocyanin profile and linear discriminant analysis it was possible to develop a model of discrimination with a 100% success rate. The model was validated by the methodology of "leave-one-out" and a classification success rate of 100% was achieved. These differences in the anthocyanin profile of these monovarietal wines do not depend on the vintage, the subregion of the demarcated Region of the Douro and the producer, and can be used for discrimination of the variety used for the production of monovarietal wines of this Demarcated region.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Segurança Alimentar
Palavras-chave
Segurança alimentar , Vinho , Vitis vinífera , Antocianina , Modelo de discriminação
Citação