Relação entre desenvolvimento moral e problemas de comportamento

Data
2014-02-18
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
O aumento da delinquência juvenil e os atos antissociais tem vindo a crescer, revelando números assustadores na europa. Em Portugal os problemas de comportamento antissocial nos jovens, ganharam expressão política e social desde 2008, com a criação do Observatório de Delinquência Juvenil, quando se compreende que não se pode voltar as costas a este fenómeno. A ampla literatura tem evidenciado ligação entre os comportamentos antissociais e o desenvolvimento do juízo moral. Na primeira parte deste trabalho debruçamo-nos sobre a análise destes fenómenos, quer do ponto de vista de teorias explicativas, como de artigos de base empírica que procuram o estabelecimento de relações entre variáveis de ordem individual, familiares, meio, desenvolvimentais entre outras. Por outro lado, através de investigação de natureza empírica, encontrar relação entre estes fenómenos e ainda testar se um baixo nível de competência do juízo moral é preditora de comportamentos antissociais. Obviando que o indivíduo se constrói na relação com o mundo, analisamos outras variáveis com impacto e que tendencialmente se associam a diferenças de comportamentos, tais como a idade, classe social, habilitações. Os resultados indicaram a competência moral, idade género como preditores do comportamento antissocial. Os resultados são consistentes com o domínio da competência moral na expressão antissocial do comportamental.
The rise in juvenile delinquency and antisocial acts has been growing, showing scary numbers in Europe. In Portugal the problems of antisocial behavior in youth, gained political and social expression since 2008, with the creation of the Juvenile Delinquency, when you understand that you cannot go back to this phenomenon. A large literature has shown the link between antisocial behavior and the development of moral reasoning. In the first part of this work we have looked at the analysis of these phenomena, both from the point of view of theories, as empirical articles that seek to establish relationships between variables of individual order, family, environment, developmental and others. On the other hand, through empirical research, find the relationship between these phenomena and also to test whether a low level of competence of moral judgments is a predictor of antisocial behavior. Obvious that the individual is constructed in relation to the world, we look at other variables that tend to impact and are associated with differences in behavior, such as age, social class, qualifications. The results indicated the moral competence, age, gender as predictors of antisocial behavior. The results are consistent with the domain of moral competence in the expression of anti-social behavior.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Psicologia, Especialização em Psicologia Clínica
Palavras-chave
Comportamento antissocial , Delinquência , Juízo moral
Citação