Aplicação de um modelo baseado em agentes (ABM) para avaliação do impacte ecológico de parques eólicos em populações reprodutoras de Alauda arvensis: um caso de estudo

Data
2012
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A preocupação crescente sobre a demanda futura de energia e sobre questões ambientais tem levado à expansão da produção de energia a partir de fontes renováveis, com especial destaque para a energia eólica. Apesar das vantagens ambientais do recurso a este tipo de fonte energética, é importante ressalvar os possíveis impactes provocados pela presença de parques eólicos na fauna em geral e mais especificamente sobre a avifauna. A Laverca (Alauda arvensis) é um passeriforme com ampla distribuição mundial e que no Norte de Portugal se encontra associada, durante a época de reprodução, a zonas de montanha. A sua distribuição, coincidente com as principais zonas de instalação de parques eólicos e as características do seu voo fazem com que esta espécie se encontre no grupo de aves mais afetadas por eventos de mortalidade por colisão com aerogeradores. Neste contexto, criou-se um modelo baseado em agentes (ABM) com o objetivo de analisar o potencial que uma área na Serra do Alvão apresenta para albergar territórios de A. arvensis, avaliando ainda o impacte que um parque eólico representa para a população estimada existente. Neste sentido testou-se a forma como o número e tamanho médio dos territórios podem ser influenciados pela amplitude das suas dimensões, pela altitude mínima a partir da qual estas áreas são estabelecidas e ainda pelas variações da densidade populacional na área de estudo. Posteriormente procedeu-se à análise da forma como alguns fatores interferem na ocorrência de eventos de mortalidade, nomeadamente fatores climáticos (visibilidade e velocidade do vento); fatores comportamentais da própria espécie (frequência e particularidades dos cantos em voo); e características associadas ao parque eólico (configuração espacial e diâmetro de rotação dos aerogeradores). O modelo identifica um maior aproveitamento da área disponível, no caso de se verificar uma maior heterogeneidade associada às dimensões dos territórios, fazendo-se sentir, nestas circunstâncias, uma menor influência da área disponível para o estabelecimento de territórios. Por outro lado, uma menor amplitude das dimensões dos territórios implica uma diminuição do tamanho dos mesmos, nomeadamente com o aumento da altitude mínima e consequente diminuição da área disponível. A densidade de indivíduos parece apresentar um papel importante na definição do tamanho dos territórios, uma vez que se estabeleceram territórios com dimensões médias mais elevadas em situações de menor densidade populacional. Verificou-se uma clara relação entre o aumento da frequência com que as aves executam os cantos em voo e os eventos de mortalidade. Constatou-se ainda um incremento da mortalidade média, para dias em que se registaram más condições de visibilidade. A velocidade do vento apresentou uma influência mais relevante na ocorrência de eventos de mortalidade, uma vez que os índices de mortalidade para dias com velocidades do vento reduzidas (≤ 6 m/s) foram sempre superiores aos registados em dias com vento forte (> 6 m/s), independentemente da classe de visibilidade atribuída. Não foi possível observar diferenças significativas entre a mortalidade global do parque eólico, registada para os dois modelos de aerogeradores testados, com diâmetros de rotação diferentes (70 m e 101 m). Verificou-se ainda a ausência de diferenças significativas entre os valores de mortalidade registados para cada um dos aerogeradores presentes no parque, consoante a sua disposição espacial, independentemente do diâmetro de rotação testado.
The growing concern about future energy demand and environmental issues has led to the expansion of energy production from renewable sources, with special emphasis on wind energy. Despite the environmental advantages of this type of energy source, it’s important to note the possible impacts caused by the presence of wind farms on wildlife, more specifically on bird populations. The skylark (Alauda arvensis) is a passerine with worldwide distribution that is associated in northern Portugal with mountain areas during the breeding season. Its coinciding distribution with the main areas of wind farms and their flight characteristics makes this species one of the most affected by collision events with wind turbines. We created an agent based model (ABM) with the aim of analyzing the potential to accommodate territories of A. arvensis of an area of Serra do Alvão, and furthermore evaluating the impact that a wind farm has over the estimated existing population. We tested how the number and size of medium territories can be influenced by the magnitude of their dimensions, by the minimum altitude from which these areas can be established and also by variations in the population density of the study area. We examined how certain factors influence the occurrence of mortality events, including weather (visibility and wind speed); species behavior (frequency and features of the song flights), and also characteristics associated with the wind farm (spatial configuration and rotation diameter of the turbines). It was possible to identify a better use of the available area, in case of a greater heterogeneity in the territory’s dimensions. In this case the influence of the amount of available area is less significant. On the other hand lower amplitudes of the territory’s dimensions imply a reduction of their size, particularly with the increase of the minimum altitude and therefore the decrease in the available area. The density of individuals presents a major role in the size of territories, since bigger territories were settled when lower densities were registered. There was a clear relationship between increased frequency of song flights and the monthly amount of mortality events. We also found an increase in average mortality rates for poor visibility conditions days. The wind speed showed a more significant influence on the occurrence of fatalities, since mortality rates for days with low wind speeds (≤ 6 m / s) were always higher than in strong wind days (> 6 m / s), regardless of their visibility class. No significant differences could be observed between the overall recorded mortality of the wind farm, for the two models with different rotation diameters of wind turbines tested (70 m 101 m). There were also no significant differences between mortality rates for each of the wind turbines in the park according to their spatial arrangement, regardless of the tested diameter of rotation.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Engenharia do Ambiente
Palavras-chave
Laverca (Alauda arvensis) , Parques eólicos , Mortalidade , Territórios
Citação