Práticas de prevenção e controlo da infeção no cuidado de enfermagem à pessoa em situação crítica: Estágio e relatório

Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Enquadramento: A especificidade do serviço de urgência de um Centro Hospitalar exige, da equipa de enfermagem, um elevado nível de conhecimentos científicos, capacidades técnicas e humanas. As pessoas que recorrem a este serviço apresentam necessidades complexas que exigem uma abordagem urgente/emergente, da parte da equipa de enfermagem, com um elevado padrão de qualidade. Apesar de a abordagem ser de enorme complexidade, há que não descurar aspetos relacionados com a prevenção e controlo de infeção, associados aos cuidados de saúde. Conscientes da importância desta temática e do seu impacto no quotidiano dos cuidados de enfermagem, desenvolvemos um estudo relacionado com o uso de luvas, pelos enfermeiros, na sala de emergência. Objetivos: Avaliar o Índice Global de Qualidade da seleção/colocação de luvas, uso/substituição de luvas e remoção de luvas pelos enfermeiros nos cuidados à pessoa em situação crítica, na sala de emergência do serviço de urgência, no cumprimento da norma nº13/2014 DGS – “Uso e Gestão de Luvas em Unidades de Saúde”. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, transversal e observacional, de abordagem quantitativa, com uma amostra de 33 enfermeiros. A recolha de dados foi efetuada através de um instrumento baseado no formulário da Direção-Geral da Saúde (DGS, 2014 atualizada em 2015), sobre uso de luvas (Norma nº 13/2014) tendo sido realizada pela investigadora. Para o tratamento de dados recorreu-se ao software de Microsoft Excel. Resultados: O momento da remoção de luvas foi o que apresentou melhor índice de qualidade (88,88%), sendo que o momento de seleção/colocação de luvas e momento de substituição das mesmas apresentaram menor índice de qualidade, 61,40% e 64,89%, respetivamente. Conclusão: O índice de qualidade global, relacionado com o cumprimento da norma 13/2014, da DGS, pelos enfermeiros na sala de emergência, local onde este estudo foi realizado, não é o mais desejável. É assim fundamental melhorar a vigilância das boas práticas relacionadas com o uso de luvas na sala de emergência e desenvolver dinâmicas de divulgação das mesmas pela equipa de enfermagem.
Background: The specificity of the emergency service of a central hospital requires, from the nursing team, a high level of scientific knowledge, technical and human skills. The people who use this service have complex needs that require an urgent/emerging approach, on the part of the nursing team, with a high standard of quality. Although the approach is extremely complex, aspects related to the prevention and control of infection, associated with healthcare, must not be overlooked. Aware of the importance of this theme and its impact on the daily nursing care, we developed a study related to the use of gloves, by nurses, in the emergency room. Objectives: To evaluate the Global Quality Index of selection/placement of gloves, use/replacement of gloves and removal of gloves by nurses in the care of the person in critical situation, in the emergency room of the emergency service, in compliance with standard No. 13/2014 DGS - “Use and Management of Gloves in Health Units”. Methods: This is a descriptive, cross-sectional and observational study, with a quantitative approach, with a sample of 33 nurses. Data collection was performed using an instrument based on the form of the Directorate-General for Health (DGS, 2014 updated in 2015), on the use of gloves (Norm No. 13/2014) and was carried out by the researcher. For data processing, Microsoft Excel software was used. Results: The moment of removing gloves was the one with the best quality index (88.88%), with the moment of selection/placement of gloves and the moment of replacement of them having the lowest quality index, 61.40% and 64.89%, respectively. Conclusion: The global quality index, related to the compliance with DGS 13/2014, by nurses in the emergency room, where this study was conducted, is not the most desirable. It is therefore essential to improve the surveillance of good practices related to the use of gloves in the emergency room and to develop dynamics for disseminating them by the nursing team.
Descrição
Este trabalho foi expressamente elaborado como relatório de estágio original para efeito de obtenção do grau de Mestre em Enfermagem da Pessoa em Situação Crítica, sendo apresentado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Palavras-chave
Emergências , Doente Crítico
Citação