Hérnias no cão: apresentação e discussão de casos clínicos

Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
O presente relatório de estágio enquadra-se na Unidade Curricular Dissertação do 6º ano do Mestrado Integrado em Medicina Veterinária. O estágio curricular, compreendido na referente unidade curricular, foi realizado no Hospital Veterinário do Baixo Vouga (HVBV), em Águeda, Portugal, e no Hospital Veterinário Universitário Rof Codina (HVU-RC), em Lugo, Espanha, durante 3 meses e meio e 2 meses e meio, respetivamente. Deste modo, este relatório inicia-se com a descrição das atividades médico-veterinárias desenvolvidas durante o período de estágio, com ênfase na casuísta cirúrgica acompanhada. Seguidamente, é feita a descrição e discussão de casos clínicos da área de cirurgia de tecidos moles. Dos diferentes casos clínicos acompanhados foram destacados quatro para serem apresentados neste relatório, onde é abordada a resolução cirúrgica de diferentes tipos de hérnias no cão. É bastante comum o diagnóstico de hérnias na prática clínica, sendo a intervenção cirúrgica o tratamento de eleição para a maioria dos pacientes. Uma hérnia define-se como um defeito ou fraqueza de uma parede corporal permitindo a protusão de conteúdo de uma cavidade, causando o deslocamento de um ou mais órgãos da sua posição anatómica normal. Uma hérnia é geralmente composta pelo anel, saco herniário e conteúdo. O anel trata-se do defeito na parede e o saco herniário corresponde ao tecido que cobre o conteúdo herniado. Finalmente, o conteúdo diz respeito aos órgãos que se moveram da sua localização anatómica normal. Os quatro casos apresentados foram observados no HVU-RC e todos os animais foram sujeitos a cirurgia para correção da hérnia. O primeiro caso clínico relata a resolução cirúrgica de uma hérnia diafragmática num cão que apresentava dispneia. O animal foi referenciado para o hospital já com diagnóstico definitivo de hérnia diafragmática e indicação para correção cirúrgica da mesma. O segundo caso descreve uma hérnia do hiato deslizante num cão que apresentava odinofagia e disfagia. O paciente veio referenciado de outra clínica onde o diagnóstico definitivo foi obtido através de endoscopia. Procedeu-se à redução cirúrgica do hiato esofágico, esofagopexia e gastropexia fúndica do lado esquerdo. Já o terceiro caso descreve um cão que apresentava hérnia inguinal bilateral e hérnia umbilical. O animal apresentava um aumento de volume transitório na região inguinal e foi encaminhado para o departamento de cirurgia, onde foi também detetado um aumento de volume na região umbilical compatível com hérnia umbilical. O diagnóstico definitivo obtevese através da anamnese e exame físico. Realizou-se a herniorrafia inguinal e umbilical. Finalmente, o último caso relata uma hérnia perineal num cão que apresentava tenesmo, disquesia e obstipação. O diagnóstico definitivo obteve-se através da anamnese e exame físico. Realizou-se a correção cirúrgica da hérnia perineal através da colocação de uma prótese de malha de polipropileno na linha média do músculo elevador do ânus, dorsalmente ao músculo coccígeo e ventralmente ao músculo obturador interno. A escolha destes casos clínicos deveuse à sua resolução cirúrgica e interesse inerente da autora pela área. Assim, o presente relatório possibilitou o estudo de várias técnicas cirúrgicas, a aquisição de aptidões práticas clínicas e fomentar o desenvolvimento do raciocínio crítico.
This internship report is part of the Curricular Unit Dissertation of the 6 th year of the Integrated Master’s in Veterinary Medicine. The curricular internship, included in this curricular unit, was carried out at the Hospital Veterinário do Baixo Vouga (HVBV), in Águeda, Portugal, and at the Hospital Veterinário Universitario Rof Codina, in Lugo, Spain, for 3 and a half months and 2 and a half months, respectively. This report begins with the description of the medical and veterinary activities performed during the internship period, with emphasis on the surgical clinical cases accompanied. Then, there is a description and discussion of clinical cases of soft tissue surgery. Of the different clinical cases followed, four were highlighted to be presented in this report, where the surgical resolution of different types of hernias in dogs is addressed. The diagnosis of hernias in clinical practice is common, with surgical intervention being the treatment of choice for most patients. A hernia is defined as a defect or weakness of a body wall allowing the protrusion of contents from a cavity, leading to the displacement of one or more organs from their normal anatomical position. A hernia is usually made up of the ring, the hernia sac and the contents. The ring is the defect in the wall and the hernia sac is the tissue that covers the herniated content. Finally, the content concerns the organs that have moved from their normal anatomical location. The four cases presented were observed at HVURC and all animals underwent surgery to correct the hernias. The first clinical case concerns the surgical resolution of a diaphragmatic hernia in a dog that presented dyspnoea. The animal was referred to the hospital with a definitive diagnosis of diaphragmatic hernia and indication for surgical correction. The second case describes a sliding hiatus hernia. The dog presented odynophagia and dysphagia and was referred from another clinic where the definitive diagnosis was obtained through endoscopy. Surgery was performed, consisting of reduction of the oesophageal hiatus, oesophagopexy and fundic gastropexy on the left side. The third case described concerns a dog that was diagnosed with bilateral inguinal hernia and umbilical hernia. The animal presented a transient increase in volume in the inguinal region and was referred to the surgery department, where an increase in volume in the umbilical region was also detected. The definitive diagnosis was obtained through anamnesis and general examination. Inguinal and umbilical herniorrhaphy was then performed. Finally, the last case is about a perineal hernia in a dog that presented tenesmus, dysquesia and constipation. The definitive diagnosis was obtained through anamnesis and general examination. Surgical correction of the perineal hernia was performed by placing a polypropylene mesh in the midline of the levator ani, dorsally to the coccygeus muscle and ventrally to the obturator internus muscle. The clinical cases were chosen because of their surgical resolution and the author's inherent interest in the area. This report allowed to study various surgical techniques, acquire practical clinical skills and encourage the development of critical thinking.
Descrição
Palavras-chave
hérnia diafragmática , hérnia do hiato esofágico
Citação