A educação sexual na escola: um estudo com professores e alunos do 9º ano de escolaridade

Data
2019-01-25
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Em todas as escolas básicas e secundárias é obrigatória a lecionação de aulas de Educação Sexual, que podem ser realizadas de várias formas, tendo por base os normativos legislativos. O objetivo deste estudo foi identificar os conhecimentos e comportamentos de alunos do 9º ano de escolaridade de 4 escolas da região norte de Portugal e caraterizar as práticas de Educação Sexual com adolescentes, desenvolvidas em escolas públicas. Esta investigação procurou averiguar e analisar, em termos gerais, a forma como os normativos sobre Educação Sexual são aplicados na escola e se existe sucesso ao longo da aprendizagem. A escolha de alunos no 9º ano de escolaridade justica-se por estarem numa fase em que ocorrem as maiores mudanças físicas e psicológicas o que proporciona ao professor uma boa plataforma de ação. Tratou-se de um estudo descritivo e exploratório, de abordagem quantitativa e qualitativa, no qual participaram sete professores e oito turmas do 9º ano de escolaridade (duas turmas de cada escola), de quatro escolas pertencentes do norte de Portugal. Os instrumentos que utilizámos para a recolha de dados foram um pré e pós- teste, aos alunos e entrevista aos professores dos respetivos alunos. Os resultados evidenciaram que após a intervenção dos professores, houve uma melhoria na conceção de vários parâmetros relativos à ES (Educação Sexual), nomeadamente no relacionamento entre pares e com o professor. A ES não teve qualquer efeito negativo nos conhecimentos, atitudes ou comportamentos dos adolescentes portugueses. Ao nível da análise das entrevistas verificámos que o padrão é em geral o mesmo, ou seja, todos os professores realizam estas aulas segundo os normativos ministeriais, com recurso às atividades do Programa Regional de Educação Sexual em Saúde Escolar - PRESSE, num conjunto de doze aulas. Sentimos que o maior sucesso das aulas em ES terá sido com os professores que têm formação nesta área. Os resultados mostraram que as escolas estão a implementar as medidas regulamentadas pela tutela. Órgãos de gestão, professores e alunos estão envolvidos ativamente no PES/ES mas os pais mantêm dificuldade em promover e rentabilizar oportunidades da ES. Salientou-se a necessidade de formação específica na área da sexualidade para professores, pois profissionais qualificados podem promover uma melhor formação dos adolescentes, havendo mesmo assim, ainda muito trabalho a fazer nesta área. Parece-nos iminente o procedimento da aplicação de programas de intervenção formativos em contexto escolar, ou outros similares, que promovam uma vida sexual responsável dos nossos jovens, principalmente no sentido de iniciarem a sua atividade sexual mais próximo da fase adulta, fase esta que será a mais longa das suas vidas. Quanto mais cedo começarmos a refletir sobre a felicidade de um ser humano, mais valor damos à nossa mente e ao nosso corpo, pois representam tudo o que somos!
One is obliged to develop the school Project of Sexual Education in every school in Portugal, since 1st CEB, to secondary teaching. It can be achieved in many different ways, according to our legislative regulations. The aim of this study is to identify the knowledge and behaviour of 9th grade students from 4 schools from the north region of Portugal, as well as to characterize the Sexual Education practices with adolescents, developed in public schools. This investigation sought to ascertain and analyze, in general terms, the way in which the legislation guidelines on Sexual Education are applied at school and if there is success throughout learning. The choice of students in the 9th grade of schooling is justified because they are at a stage where the greatest physical and psychological changes occur which gives the teacher a good platform for action. It was a descriptive and exploratory study, with a quantitative and qualitative approach, in which seven teachers and eight groups from the 9th year of schooling participated (two classes from each school), from four schools belonging to the north of Portugal. The instruments we used for the data collection were a pre- and post-test, to the students and an interview with the teachers of the respective students. The results have showed that after the intervention of the teachers, there was an improvement in the conception of several parameters related to ES (Sex Education), namely in the relationship between peers and with the teacher. ES had no negative effect on the knowledge, attitudes or behaviour of Portuguese adolescents. Regarding the analysis of the interviews, we have verified that the standard is generally the same, that is, all teachers perform these classes according to the ministerial regulations, using the activities from PRESSE - Regional Program of Sexual Education in School Health, in a set of twelve classrooms. We feel that the greatest success of ES classes were with teachers who had specific training in this area. The results have showed that schools are implementing the measures regulated by the Ministry of Education. School directors and their teams, teachers and students are actively involved in PES / ES but parents have difficulty in promoting and achieve ES opportunities it was shown the need for specific training in the area of sexuality for teachers, since qualified professionals can promote a better training of adolescents, although there is still much work to do in this area. From our point of view, we think that it is urgent to apply intervention programs in schools, or in other context which can promote a responsible sexual life of our teenagers, mainly in the sense of initiating their sexual activity closer to the adulthood, stage which will be the longest of their lives. The sooner we begin to reflect about the happiness of a human being, the more value we will be giving to our mind and body, as they represent all that we are!
Descrição
Tese de Doutoramento em Ciências da Educação apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Palavras-chave
Adolescência , alunos , educação sexual , escola , formação , pais , professores , projetos em ES
Citação