Estratégias de eficiência energética aplicáveis à indústria das madeiras e mobiliário

Data
2016-09-29
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A política energética, nas suas diversas vertentes, é um fator importante de crescimento sustentado da economia de um país e da sua competitividade, quer pela sua capacidade em criar condições concorrenciais favoráveis ao desenvolvimento de empresas modernas, eficientes e bem dimensionadas, quer pelo seu efeito potencial na redução do preço nos fatores e, também, pela sua capacidade de gerar novo investimento em áreas com uma elevada componente tecno-lógica. Juntando-se a isto o aumento da forte dependência energética nas sociedades modernas, e consequente consumo elétrico, são cada vez mais fatores conducentes a preocupações associa-das à escassez dos recursos naturais utilizados na sua produção. Torna-se, assim, um imperativo nacional a racionalização e eficiência na forma como a energia elétrica é, hoje em dia, produzi-da e utilizada, contribuindo dessa forma para um menor gasto de recursos, mas ao mesmo tempo satisfazendo as mais diversas necessidades. Paralelamente, a política energética deve articular-se de modo estreito com a política do ambiente, integrando a estratégia do desenvolvimento sustentável do país. A presente dissertação tem como principal objetivo aliar conceitos e ferramentas de gestão de energia, aprendidos à realidade industrial, mostrando como é possível criar e gerir um siste-ma de gestão de energia industrial, em linha com os objetivos legais, económicos e ambientais, corroborando a viabilidade de exemplos práticos de redução energética, tendo como fundo e exemplo uma empresa Consumidora Intensiva de Energia (CIE). Será aqui traçado, de forma detalhada, o perfil de consumo energético da empresa em estudo, através de uma auditoria ener-gética, de acordo com a legislação em vigor, o Decreto-Lei n.º 71/2008, de 15 de Abril, e assen-te na Estratégia Nacional para a Energia (ENE), RCM 169/2005, de 24 de Outubro, no Progra-ma Nacional para as Alterações Climáticas (PNAC), RCM 104/2006, de 23 de Agosto, e no Plano Nacional de Ação para a Eficiência Energética (PNAEE), aprovado pela RCM 80/2008, de 20 de Maio. Foram aqui enumeradas e elucidadas algumas aplicações: produção eficiente através de um sistema de miniprodução fotovoltaica, de acordo com o disposto no Decreto-Lei n.º 34/2011, de 8 de Março; sistemas de ar comprimido; sistemas de ventilação; sistemas de força motriz; minimização das perdas nas redes de distribuição de energia elétrica; qualidade da energia elétrica e energia reativa. Em suma esta dissertação tem como intuito mostrar, em certa medida, lições aprendidas de uma empresa CIE as quais poderão servir de exemplo e ser aplicadas em empresas de idêntico perfil de consumo energético.
Energy policy, in its various forms, is an important factor for a country economic sustained growth and its competitiveness, both for its ability to create competitive conditions favorable to the development of modern companies, efficient and well sized, either by its potential effect in the reduction of factors price, and also by their ability to generate new investment in areas with a high technological component. Joining this increasing strong dependence of energy in modern societies, and hence electric consumption, are increasingly factors associated with the scarcity of natural resources used in their production. In this sense, the rationalization and efficiency in the way electricity is nowadays produced and used becomes a national imperative, thus contrib-uting to a lower spend of resources, but, at the same time, satisfying the most diverse needs. In parallel, energy policy must be coordinated closely with the environmental policy, integrating the strategy of sustainable development of the country. The main objective of this dissertation is to combine concepts and tools of energy man-agement learned, at the reality industrial living, showing how can it be possible to create and manage an industrial electric power system management, in line with the legal objectives, eco-nomics and environmental, corroborating the viability of practical examples of energy rationali-zation, taking as example an Intensive Consuming Energy (CIE) enterprise. The energy con-sumption profile, of the under study company, will be delineate here, in a detail way, through an energy audit, according to the legislation, the Decree-Law n. º 71/2008 of 15 April, and based in the National Energy Strategy (ENE), RCM 169/2005 of 24 October, the National Program for Climatic Changes (PNAC), RCM 104/2006 of 23 August, and the National Action Plan for En-ergy Efficiency (PNAEE) approved by the RCM 80/2008 of 20 May. Here were enumerated and elucidated some applications: efficient production through a minigeneration photovoltaic sys-tem, in accordance with the provisions of Decree-Law n. º 34/2011 of 8 March; compressed air systems; ventilation systems; driving force systems; minimizing losses in the electricity distri-bution networks; power quality and reactive power. In brief, the principal objective of this dissertation is to show, in some degree, lessons learned from a CIE enterprise which can be taken by example and applied in companies with an identical energy consumption profile.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores
Palavras-chave
Auditoria energética , Eficiência energética , Racionalização de energia
Citação