Preditores de agressão sexual em delinquentes

Data
2015
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A violência sexual juvenil constitui-se como uma das formas de violência mais grave. Avaliar os preditores deste comportamento agressivo pode ajudar a entender a sua trajetória, bem como contribuir para o desenvolvimento de intervenções psicológicas. Até ao momento as pesquisas incidem nos jovens agressores sexuais, quais os seus fatores explicativos e em que medida as subcategorias deste grupo de jovens se distinguem entre si e de outros jovens delinquentes. Sabe-se que os jovens agressores sexuais apresentam características heterogéneas, podendo os tipos de crimes sexuais diferir em relação às características da vítima (e.g., idade da vítima), características dos agressores e tipo de agressão praticada. Quando comparados jovens agressores sexuais com outros jovens delinquentes, as categorias em estudo abrangem, na maioria das vezes, os fatores individuais, socioculturais e do delito dos jovens agressores sexuais. Os resultados sugerem que estes jovens são semelhantes aos jovens agressores não sexuais nas suas tendências antissociais, mas significativamente diferentes noutras categorias (e.g., fatores específicos do delito). Numa análise ainda mais pormenorizada, verifica-se que os jovens agressores violadores diferem dos jovens agressores abusadores sexuais de crianças, apresentando maiores índices de comportamentos de externalização. Persiste a necessidade de realização de estudos para se percecionar detalhadamente quais os fatores explicativos para a prática das tipologias de violência sexual juvenil e de que modo é que estes jovens se diferenciam de outros jovens agressores, possibilitando a avaliação e intervenção focalizada nas particularidades de cada tipologia de jovens agressores sexuais juvenis.
Juvenile sexual violence constitutes one of the most serious forms of violence. To evaluate the predictors of this aggressive behavior can help to understand its trajectory, as well as contribute to the development of psychological interventions. The surveys focus on juvenile sex offenders and what are its explanatory factors and to what extent the subcategories of this group are distinguishable, and from other juvenile offenders. It is a known fact that juvenile sex offenders have heterogeneous features, the types of sexual crimes may differ with respect to victim characteristics (e.g., the victim's age), characteristics of offenders and type of aggression practiced. Comparing juvenile sex offenders with other juvenile offenders, the categories under consideration include, for the most part, individual, sociocultural and the offense of juvenile sex offenders factors. The results suggest that these young people are similar to non-sex juvenile offenders in their antisocial tendencies, but significantly different in other categories (eg, specific factors of the offense). In a closer look juvenile rapists differ from juvenile child sex abusers, because the former have higher rates of externalizing behaviors. There is a need for studies to perceive closely what explanatory factors for the practice of the types of juvenile sexual violence and how is that these young people are different from other juvenile offenders, allowing the assessment and focused intervention on the particularities of each type of juvenile sex offenders.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica
Palavras-chave
Delinquência juvenil , Jovens agressores sexuais , Jovens violadores
Citação