Estilos parentais e vinculação aos pares: motivações para o consumo de álcool e comportamento desviante em jovens adultos

Data
2020-01-09
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A literatura tem descrito a importância da relação estabelecida entre os filhos e as suas figuras parentais constituindo-se a base para um desenvolvimento positivo, nomeadamente das capacidades pró-sociais e do menor envolvimento em comportamentos de risco. O objetivo principal deste estudo prende-se com a análise do papel preditor dos estilos parentais nos motivos de consumo de álcool e no efeito moderador da vinculação aos pares na associação anterior. A amostra foi constituída por 1044 estudantes universitários de ambos os sexos com idades compreendidas entre os 18 e 25 anos (M=19.78; DP=1.68). De forma a recolher os dados recorreu-se a um questionário sociodemográfico, ao Parenting Styles & Dimensions Questionnaire: Short Version (PSDQ), à versão para pares do Inventory of Peer and Parental Attachment (IPPA), ao Drinking Motives Questionnaire – Revised (DMQ-R) e ao Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT). Os resultados apontam para um efeito preditor positivo dos estilos parentais negativos (autoritário e permissivo) face aos motivos de consumo de álcool e um efeito preditor negativo do estilo parental democrático. Constatou-se ainda o papel da vinculação aos pares enquanto variável moderadora na associação entre os estilos parentais e os motivos de consumo de álcool.
The literature has described the importance of the relation established between children and their parental figures as the basis to provide a positive development, namely the pro-social competences and the less involvement in risk behaviors. The main objective of this study is analyse the predictive role of parenting styles in the motives for alcohol consumption, as also in the moderating effect of peer’s attachment in the previous association. The sample was composed by 1044 university students of both sexes, with ages between 18 and 25 years old (M = 19.78; SD = 1.68). In order to collect the data it was used a sociodemographic questionnaire, the Parenting Styles & Dimensions Questionnaire: Short Version (PSDQ), the peer version of the Inventory of Peer and Parental Attachment (IPPA), the Drinking Motives Questionnaire - Revised (DMQ-R) and the Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT). The results point to a positive predictive effect of negative parenting styles (authoritarian and permissive) regarding the motives for alcohol consumption, and a negative predictive effect of the parental democratic style. The role of peer attachment as a moderation variable in the association between parenting styles and alcohol consumption motives was also verified.
Descrição
Dissertação apresentada para a obtenção de Grau de Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Palavras-chave
estilos parentais , vinculação aos pares
Citação