Propriedades calorimétricas e de transporte de água na madeira

Data
2011
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho tem por objectivo contribuir para um maior conhecimento sobre as propriedades calorimétricas da madeira de pinho marítimo (Pinus pinaster Ait.). Ao longo do trabalho, foram realizados ensaios calorimétricos, com o intuito de determinar o PCI, em amostras de estilha de madeira, com distinção do lenho inicial e do lenho final, e previamente saturadas de água em condições higrotérmicas estáticas (quatro temperaturas e seis humidades relativas diferentes). Os resultados experimentais foram comparados com modelos analíticos de previsão do PCI. Utilizaram-se dois métodos distintos para modelar a relação entre o PCI e o teor de humidade, a partir dos resultados experimentais: a interpolação polinomial, através das diferenças divididas de Newton, e o método de regressão linear. Posteriormente, estes modelos foram comparados aos valores obtidos pelos modelos analíticos disponíveis na literatura, para assim se poder encontrar uma expressão genérica do PCI em função do teor de humidade. Verificou-se que, não existe necessidade de distinção do lenho (lenho inicial ou lenho final), nem da temperatura, na determinação do PCI em função do teor de humidade. Concluiu-se que, o modelo que melhor descreve essa função é o modelo obtido através da regressão linear, dado pela expressão PCI=-0,1767W+16,872. Constatou-se que a humidade relativa influência directamente o valor final do PCI, enquanto, no caso do factor temperatura, o mesmo não se verifica.
This work aims to contribute to a better understanding of the calorimetric properties of maritime pine wood (Pinus pinaster Ait.). Throughout the work, calorimetric tests were performed in order to determine the PCI, in samples of wood chips, with distinction between earlywood and latewood, previously saturated under static hygrothermal conditions (six temperatures and four different relative’s humidities). The experimental results were compared with analytical models for determining the PCI. From the experimental results, we used two different methods for modelling the PCI as a function of moisture content: polynomial interpolation, using the Newton divided differences, and linear regression. Later, these models were compared to values obtained by analytical models available in the literature. It was found that there is no need to distinguish between ealywood and latewood, and also between the conditioning temperatures under which the samples were saturated with water. It was concluded that the model that best describes this phenomenon was obtained by linear regression, given by the expressionPCI=-0,1767W+16,872. It was found that the relative humidity directly influence the final value of the PCI, while in the case of the temperature factor, the same is not true.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Engenharia Mecânica
Palavras-chave
Biomassa , Combustão , Bioenergia , Calorimetria , Modelação
Citação