Construção, implementação e avaliação de um programa de educação parental em contexto escolar

Data
2014-02-18
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
O presente estudo teve por objetivo construir, implementar e avaliar um programa de Intervenção em Educação Parental. Pretendeu-se estudar a relação entre a perceção de competência educativa parental, a autoestima dos pais, o comportamento e rendimento escolar dos filhos antes e após a aplicação do programa. Constatando que a entrada de um filho para o 1º ciclo do ensino básico, exige algumas mudanças em termos de dinâmica familiar e é gerador de algumas ansiedades e angústias relacionadas com as expetativas criadas, o Programa foi construído para uma população-alvo de casais com filhos no primeiro e segundo anos de escolaridade. Recorreu-se a uma metodologia experimental, com grupo experimental (N = 16) e grupo de controlo (N = 46), e integraram-se abordagens de carácter quantitativo e qualitativo. Os instrumentos utilizados foram: Questionário de Autoavaliação da Competência Educativa Parental (Terrisse & Trudelle, 1988), que avalia o sentimento de Competência Educativa Parental, e a Escala de Auto Estima de Rosenberg, que avalia a auto estima. Utilizou-se ainda a SWAN Rating Scale que avalia o comportamento das crianças na perspetiva das professoras e o rendimento escolar foi avaliado pelas notas das crianças. Os dados foram tratados recorrendo-se às ANOVA com medidas repetidas. A relação entre a aplicação do programa de educação parental e a perceção de competência educativa parental, a autoestima dos pais, o comportamento e rendimento escolar dos filhos não foi conclusiva, não se tendo verificado diferenças estatisticamente significativas nos valores antes e depois da aplicação do programa. No entanto, em termos subjetivos e após avaliação pelos pais participantes, concluiu-se que o programa teve um impacto emocional muito positivo nos pais aos quais foi aplicado.
The present study aimed to build, implement and evaluate a program of Intervention in Parental Education. It was intended to study the relationship between the perception of of parental educacional competence, self-esteem of parents, behavior and academic performance before and after the implementation of the program. Considering that the access of a child in the 1st cycle of basic education, requires some changes in terms of family dynamics and generates some anxiety and anguish related to the expectations created, the program was built to target population of couples with children in the first and second grades. It was based on an experimental methodology, with the experimental group (N = 16) and control group (N = 46), and integrated approaches of quantitative and qualitative nature. The instruments used were: Competency of Self-Assessment Questionnaire of Parental Educational (Terrisse & Trudelle, 1988), that evaluates the feeling of Parental Educational Competence and Self Esteem Scale Rosenberg, that evaluates self esteem. Also used was the SWAN Rating Scale which assesses children's behavior from the perspective of teachers and the school performance was assessed through children's grades. The differences between the two groups and with time were analyzed using ANOVA with repeated measures. The relationship between the implementation of the program of parental education and parental perceptions of educacional competence, self-esteem of parents, behavior and academic performance was inconclusive, and there was no statistically significant differences in values before and after the implementation of the program. However, subjectively and after evaluation by the participating parents, it was concluded that the program had a very positive emotional impact on parents to which it was applied.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Psicologia da Educação
Palavras-chave
Rendimento escolar , Autoestima , Comportamento , Educação parental , Perceção de autoeficácia parental
Citação