Gestão na produção de mel da região de São João Evangelista-MG, Brasil

Data
2014-06-03
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A apicultura – atividade milenar e estratégica para a sustentabilidade do planeta – carece de estudos à altura de sua importância como produtora de mel, cera, pólen, própolis, apitoxina e como prestadora dos serviços de polinização das plantas domesticadas e selvagens. O Brasil possui dimensões continentais, elevada disponibilidade de luz e calor e biomas ricos em espécies vegetais produtoras de néctar e pólen. Tais características conferem ao país um enorme potencial para a produção de mel em um contexto de crescente demanda mundial por alimentos. As estimativas – não existem estatísticas – sobre a produção de mel no Brasil indicam que a maioria dos empreendimentos apícolas apresenta baixa eficiência, em um ambiente que possui condições naturais para quintuplicar a produção de mel (de 40 mil para 200 mil toneladas de mel por ano). Diante deste cenário, o presente trabalho, de natureza pioneira na região de São João Evangelista-MG, Brasil, estudou a gestão da produção comercial de mel. Por meio da revisão bibliográfica, foram levantadas e analisadas publicações da área de gestão na apicultura, com o intento de estabelecer elementos que caracterizem uma colmeia ideal, um apiário ideal e uma empresa apícola ideal, para orientar a pesquisa junto aos apicultores. Como as ferramentas de gestão da apicultura são escassas, fez-se uma revisão bibliográfica complementar, em outras áreas da agropecuária, para enriquecer as informações levantadas na apicultura. Visitou-se 60 apicultores, de seis municípios (Coluna, Peçanha, Sabinópolis, São João Evangelista, São José do Jacuri e Virginópolis), para quem aplicou o questionário e recolheu informações adicionais sobre os instrumentos de gestão utilizados. Os tópicos do questionário foram analisados à luz das referências técnicas levantadas, demonstrando que os indicadores técnicos e econômicos e econômicos – dos poucos levantados em função da baixa disponibilidade de registros – apontam para o amadorismo e a baixa lucratividade da produção de mel em decorrência da falta de competência na gestão. As informações adicionais recolhidas junto aos poucos apicultores que adotam algum sistema de gestão foram analisadas, organizadas e disponibilizadas nos “Resultados” e nos “Apêndices”. Em suma: i) registrou-se a importância dos atuais produtores de mel da região como precursores da atividade; ii) fez-se a confirmação da hipótese inicial, de que a adoção de instrumentos de gestão é pouco comum entre os apicultores; iii) confirmou-se, durante as viagens para realização da pesquisa, o enorme potencial apícola da região, parcialmente explorado, representado pelas florestas plantadas, pelas áreas de preservação e pelas terras degradadas em processo de regeneração; iv) disponibilizou-se um conjunto de instrumentos de gestão e indicadores técnicos e econômicos e econômicos, originados da revisão bibliográfica e da pesquisa qualitativa; e v) apresentou-se um conjunto de sugestões aos apicultores, às instituições e à academia.
Beekeeping – ancient activity, strategic for the sustainability of the planet – lacks studies at the height of its importance as a producer of honey, wax, pollen, propolis, bee venom and as a provider of pollination services of wild and domesticated plants. Brazil is a country of continental dimensions, a high availability of light and heat and its biomes are rich in plant species that produce nectar and pollen. Such characteristics give the country a great potential for honey production, in a context of a growing global demand for food. The estimates - there are no statistics - on honey production in Brazil indicate that most beekeeping ventures presents low efficiency, in an environment that has natural conditions to quintuple honey production (40 thousand to 200 thousand tons of honey per year). Facing this context, the present work, precursor in the region of São João Evangelista-MG, Brazil, studied the management of commercial production of honey. Through literature review, publications in the field of management in beekeeping were identified and analyzed, with the intent to establish elements that characterize an ideal beehive, an ideal apiary and an ideal beekeeping venture, in order to guide the research with beekeepers. As the management tools of beekeeping are scarce, a supplementary bibliographic review was conducted in other areas of agriculture, in order to enrich the information gathered about beekeeping. The researcher visited 60 beekeepers of 6 counties (Coluna, Peçanha, Sabinópolis, São João Evangelista, São José do Jacuri and Virginópolis), applied the questionnaire and collected information about the management tools used. The topics of the questionnaire were analyzed in the light of technical references raised, demonstrating that the technical and economical indexes - the few that were raised, due to the low availability of records - point to the low profitability and to the amateurism in honey production, due to the lack of competence in management. Additional information gathered from the few beekeepers who adopt a management system was analyzed, organized and made available in "Results" and in "Attachments". In short: i) the importance of today's honey producers in the region as precursors of the activity was registered, ii) the objectives of the work were achieved, iii) the initial hypothesis, that the adoption management instruments is unusual among beekeepers, was confirmed, iv) during the journey to the survey, it was possible to confirm the enormous potential of beekeeping in the region, partly explored, represented by planted forests, conservation areas and degraded land in regeneration process, v) a set of management tools and technical and economical indices was provided, derived from the literature review and qualitative research, and vi) a set of suggestions to beekeepers, institutions and academia was presented.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Gestão
Palavras-chave
Produção de mel de abelha , Gestão , Região de São João Evangelista (Estado Minas Gerais, Brasil) , Empreendedorismo , Custo de produção
Citação