Efeitos de programas de exercício físico no estresse oxidativo e no envelhecimento

Data
2016-06-03
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Tem sido referido que a prática regular de exercício físico favorece o aumento das defesas antioxidantes diminuindo o estresse oxidativo, melhorando a saúde geral e diminuindo a morbidade. Contudo, os resultados dos estudos não são conclusivos, devido à possível duração insuficiente dos programas e falta de controle das cargas de treino para que as adaptações sejam notadas. Baseado neste fundamento, o presente estudo analisou de que forma os programas de exercício físico prolongado podem causar alterações nos parâmetros do estresse oxidativo e nas defesas antioxidantes em indivíduos com mais de 40 anos. Esta dissertação se dividiu em dois estudos. No primeiro estudo foi realizada uma revisão sistemática da literatura, com os trabalhos sobre programas de exercício físico com duração maior que seis semanas sobre parâmetros de estresse oxidativo, em indivíduos acima de 50 anos. Foram encontrados apenas oito artigos, e estes demonstram que os programas de treinamento físico parecem ter ação benéfica na redução dos parâmetros de estresse oxidativo e/ou aumentarem a capacidade antioxidante. O segundo estudo objetivou analisar os efeitos de um treinamento físico combinado de exercício aeróbio e resistido com duração de 16 semanas, realizado três sessões de 60 minutos por semana, no estresse oxidativo de indivíduos acima de 40 anos. O programa de exercício demonstrou ser eficaz na diminuição do estresse oxidativo e no aumento da capacidade antioxidante total em homens e mulheres.
It has been reported that regular physical exercise favors the increase of antioxidant defenses, reducing oxidative stress, improving overall health and reducing morbidity. However, the results of the studies are not conclusive by the possible insufficient programs duration and lack of exercise workload control for the adjustments are noted. Regarding this, the present study examined how exercise programs prolonged can cause changes in the oxidative stress parameters and antioxidant defenses in individuals over 40 years. This dissertation was divided in two studies. The first study was performed a systematic review in works about exercise programs with duration above six weeks in the oxidative stress parameters in subjects over 50. Only eight articles were found, and these have shown that physical training programs appears to have beneficial effects in reducing oxidative stress parameters and/or increase the antioxidant capacity. The second study aimed to analyze the effects of a physical training containing aerobic and muscle strength exercise lasting 16 weeks, performed three sessions of 60 minutes per week on oxidative stress in individuals over 40 years. The exercise programs were shown to be effective in controlling oxidative stress and increased total antioxidant capacity both in men and women.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Gerontologia, Atividade Física e Saúde no Idoso
Palavras-chave
Exercícios físicos , Envelhecimento , Stresse oxidativo , Capacidade antioxidante
Citação