Influência da aptidão física na prestação das habilidades motoras fundamentais em crianças de 6 e os 9 anos.

Data
2010
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
O presente estudo teve como objectivo verificar se existe alguma influência da aptidão física n a prestação das habilidades motoras de correr, saltar e lançar, quanto ao produto e ao processo. È do nosso interesse também comparar os resultados obtidos na aptidão física e nas habilidades motoras em causa relativamente ao género e ao nível de escolaridade. Numa primeira fase realizou-se uma abordagem geral sobre a aptidão física e seus constituintes; posteriormente abordou-se o desenvolvimento motor, mais especificamente as habilidades motoras alvo; e por último, efectuou-se uma análise do relacionamento entre a aptidão física e as habilidades motoras em relação à prestação motora. Para alcançar este trabalho foram seleccionadas como componentes da aptidão física: a flexibilidade, a potência muscular, a força e a resistência muscular, a velocidade, a capacidade aeróbia e a composição corporal. Estas foram analisadas através da bateria de testes elaborada por Guedes e Guedes. Relativamente as habilidades motoras, foram definidas as habilidades fundamentais de correr, saltar e lançar, onde foram analisadas através da checklist de Gallahue, classificando-as quanto ao processo como: estádio inicial, estádio elementar e estádio maduro. Foram registados também, os resultados obtidos nestas habilidades motoras, quanto ao produto. O desenho a utilizar foi um desenho experimental constituído por uma amostra de 47 crianças dos 6 aos 9 anos de idade, 24 do sexo masculino e 23 do sexo feminino que frequentavam o Ensino Básico 1º Ciclo, no 1º,2º,3º e 4º anos de escolaridade, pertencentes à escola EB1 de Mateus nº 2, do conselho de Vila Real. Os procedimentos estatísticos utilizados foram a média e o desvio padrão, utilizamos a ANOVA factorial, o teste t de student e o coeficiente de correlação r de Pearson para correlacionar as variáveis e realizamos análises de regressão relativamente aos dados das variáveis dependentes e independentes. O índice de significância estatística aceite foi de 5%. Dos resultados obtidos verificamos que existe uma influência positiva entre a aptidão física e as habilidades motoras do salto, corrida e lançamento quanto ao processo e quanto ao produto. Contudo consideramos que a prestação nas habilidades motoras em causa encontram-se intimamente relacionadas com o próprio processo da habilidade em si e, só após a aquisição do padrão maduro, existe uma interacção mais evidente entre a habilidade motora e as capacidades físicas inerentes à sua prestação.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Educação Física, Especialização em Desenvolvimento da Criança
Palavras-chave
Aptidão física , Habilidade motora , Crianças
Citação