Partilha de conhecimento nas IPSS em tempos de pandemia

Data
2022-07-18
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Apesar da crescente valorização do Conhecimento, as práticas de Gestão do Conhecimento (GC) ainda estão pouco disseminadas em organizações como as do terceiro setor, e enquanto ferramenta chave para enfrentar momentos de crise. O período da pandemia Covid-19 provocou uma crise mundial, nas mais diversas áreas, levando à necessidade de uma adaptação por parte de indivíduos e instituições a uma nova realidade. Tendo em conta o papel vantajoso que as práticas de Partilha do Conhecimento (PC) dentro da área da Gestão do Conhecimento representam nas organizações e a escassez de literatura na relação das áreas em questão, a presente pesquisa visa estudar a presença das práticas da PC nas Instituições Particulares da Solidariedade Social (IPSS) antes e durante o período da pandemia Covid-19. De forma a alcançar o objetivo estabelecido, foi desenvolvido um estudo de caracter qualitativo, através da aplicação de entrevistas semiestruturadas a uma amostra de 15 profissionais, incluindo colaboradores e diretores técnicos de 4 IPSS do Norte do país. Depois de recolhidos, os dados foram analisados através do software NVivo. No presente estudo foi possível observar que práticas da PC estavam não só presentes nas IPSS no período que antecedeu a pandemia como também foram uma mais-valia na adaptação há mesma. No presente estudo foi também possível observar os facilitadores da partilha do conhecimento onde foram destacados: formações, partilha informal e reuniões de equipa. Como barreiras à partilha do conhecimento os 3 fatores mais referidos foram o género, o reconhecimento e a pandemia. Desta forma, além de verificado o objetivo inicial proposto, a análise em questão contribuiu também para a escassa literatura que aborda o papel da GC através da PC nas organizações do terceiro setor, e tornou visível a valorização do conceito, como uma mais valia na forma como realizam o seu trabalho diariamente, por parte dos colaboradores e diretores técnicos.
Despite the growing appreciation of Knowledge, Knowledge Management (KM) practices are still poorly disseminated in organizations such as the third sector, and as a key tool to face moments of crisis. The period of the Covid-19 pandemic caused a global crisis, in the most diverse areas, leading to the need for individuals and institutions to adapt to a new reality. Considering the advantageous role that Knowledge Sharing (KS) practices inside the area of KM represent in organizations and the scarcity of literature about the areas in question, the present research aims to study the presence of KM practices in Private Institutions of Social Solidarity (IPSS) before and during the Covid-19 pandemic period. To achieve the objective, a qualitative study was developed, through the application of semi-structured interviews with a sample of 15 professionals, including employees and technical directors of four IPSS in the North of the country. Once collected the data were analyzed using the NVivo software. In the present study, it was possible to observe that KS practices were not only present in the IPSS in the period before the pandemic but were also an asset in the adaptation there. In this study, it was also possible to observe the facilitators of knowledge sharing where they were highlighted: training, informal sharing, and team meetings. As barriers to knowledge sharing, the three most mentioned factors were gender, recognition, and the pandemic. In this way, in addition to verifying the initial objective, the analysis in question also contributed to the scarce literature that addresses the role of KM through KS in third-sector organizations, and made visible the appreciation of the concept, as an asset in the form how they carry out their work daily, by employees and technical directors.
Descrição
Dissertação apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, como requisito para obtenção do grau de Mestre em Gestão.
Palavras-chave
Gestão do Conhecimento , Partilha de Conhecimento
Citação