Preditores da Aprendizagem da Leitura e da Escrita: Comparação entre dois testes de consciência fonológica utilizados em fase pré-escolar

Data
2010
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
O presente trabalho teve como objectivo verificar qual de entre dois testes de consciência fonológica, usados com crianças pré-leitoras, é mais potente para predizer os progressos alfabéticos ulteriores. Na primeira parte do trabalho foi realizada uma revisão da literatura científica acerca da relação entre o desenvolvimento da consciência fonológica e a aprendizagem da leitura/escrita. Em seguida são discutidas as implicações dessa relação para a avaliação das capacidades metafonológicas nas crianças pré-leitoras. Foram também revistos diversos estudos que se dedicaram a avaliar quais as tarefas metafonológicas que melhor predizem o desempenho ulterior em leitura e na escrita. A segunda parte é um estudo empírico longitudinal, elaborado a partir do enquadramento teórico anterior, com o objectivo de comparar o potencial preditivo de dois testes metafonológicos (Teste de Detecção Mesma-Diferente e Teste de Detecção do Intruso) no desempenho ulterior em leitura/escrita. Os resultados mostraram que o Teste de Detecção Mesma-Diferente tem um melhor potencial para predizer os progressos alfabéticos ulteriores. O conhecimento de letras mostrou também ter um forte potencial preditivo da leitura de palavras e pseudo-palavras, o que não se verificou com as capacidades cognitivas gerais. São discutidos possíveis explicações e implicações dos resultados verificados.
This study aimed to examine which of two tests of phonological awareness, used with pre-readers, are the most robust for predicting the subsequent alphabetic progress. The first part of the work consists of a review of the scientific literature on the relationship between phonological awareness development and reading/spelling progression. Then we discuss the implications of this relationship for the assessment of metaphonological abilities in pre-reader. Studies that had investigated what metaphonological tasks better predict subsequent performance in reading and spelling were also examined. The second part of this work consists of a longitudinal empirical study, that aims to compare the predictive potential of two metaphonological tests (Same-Different Detection Test and Odd-one Detection Test) regarding subsequent reading and spelling performance. The results showed that the Same-Different Detection Test has a better potential than the Odd-one Detection Test to predict alphabetic progress. Letter knowledge also has shown to have a strong potential to predict reading and spelling learning, which was not the case with general cognitive abilities. Possible explanations and implications of the findings are discussed.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica
Palavras-chave
Consciência fonológica , Testes metafonológicos , Aprendizagem de leitura , Aprendizagem da escrita , Pphonological awareness , Metaphonological tests , Learning of reading , Learning of writing
Citação