Pediatria veterinária: motivos de consulta pediátrica no HVUTAD no período compreendido entre setembro de 2010 e fevereiro de 2011

Data
2014-03-06
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Para que a prestação de cuidados de saúde a animais em idade pediátrica possa ser recompensadora é necessário conhecer as características destes animais e perceber os motivos pelos quais são conduzidos à consulta. Neste trabalho procurou-se caracterizar a população pediátrica que se dirige à consulta veterinária, perceber quais os motivos que levavam os proprietários à procura de atendimento médico para os seus animais com idades compreendidas entre as 2 semanas e os 6 meses, e comparar estes motivos entre as espécies canina e felina. Para tal, foi feita uma recolha e análise de dados de todos os animais em idade pediátrica apresentados para consulta no Hospital Veterinário de Trás-os-Montes e Alto Douro, no período compreendido entre 1 de Setembro de 2010 e 28 de Fevereiro de 2011. Foram observados 219 animais, verificando-se uma maior prevalência de animais do sexo masculino (52%), espécie canina (71,7%), e idade média de 13 semanas. O número de primeiras consultas representou 82% do total das consultas pediátricas. A vacinação/desparasitação foi o principal motivo de consulta, representando 45,7% do total de motivos observados. Apenas 50,2% dos pediátricos recebidos à consulta exibia sintomatologia clínica de doença, sendo a gastroenterite por parvovírus o principal motivo de alteração do estado de saúde em cães (29,6%), e a fractura e micoplasmose em gatos (13,8%). Mais de um terço dos animais estudados apresentou necessidade internamento (36,5%) e 9,6% foram sujeitos a cirurgia. A percentagem de óbitos foi de apenas 7,3%, tendo sido necessário recorrer à eutanásia em 43,75% do total de óbitos. Este estudo representa um pequeno contributo para o conhecimento e prática clínica na vasta área da Pediatria Veterinária, na qual existe ainda um longo caminho a percorrer.
For the provision of health care for pediatric animal can be rewarding is necessary to know the characteristics of these animals and understand the reasons why the consultation is conducted. This report aims to typify the pediatric population that heads to the veterinary consult, understand the reasons that lead owners to search for medical attention for their 2 weeks to 6 months old pets, and compare this reasons between canine and feline species. In order to achieve that, the data from all the animals in pediatric age consulted in Trás-os-Montes and Alto Douro Veterinary Hospital, between the 1st of September 2010 and February 28th 2011, were collected and analised. 219 animals in pediatric age were observed, verifying a superiority of male animals (52%), canine species (71,7%) and with the average age of 13 weeks. The number of first consults represented 82% of the total pediatric consults. Vaccination/deworming were the main reason of the consult, representing 45,7% of the total of observed causes. Only 50,2% of the pediatric animals received in consult showed clinical symptoms of illness, being gastroenteritis by parvovirus the main cause for illness in dogs (29,6%), and fracture and mycoplasmosis in cats (13,8%). More than a third of the studied animals presented the need to be commited (36,5%) and 9,6% had to undertake surgery. The percentage of deceased animals was only of 7,3%, 43,75% of which by euthanasia. This study represents a small contribution to the knowledge and clinical practice in the broad área of Veterinary Pediatrics, in which there is still a long way to go.
Descrição
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária, Ciências Veterinárias
Palavras-chave
Pediatria veterinária , Animal de estimação
Citação