Implementação da avaliação formativa no ensino de habilidades e atitudes e contributos na construção da autonomia, na percepção dos estudantes de medicina

Data
2017-02-23
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
O objetivo do presente estudo foi analisar as concepções e percepções dos discentes de medicina acerca da avaliação das habilidades clínicas antes e após uma implementação na avaliação formativa descrevendo os contributos nas suas formações após essas inovações. Estudos referem a necessidade de implementação da avaliação formativa válida pelos professores, como complemento às avaliações usualmente praticadas. O entendimento dos alunos acerca da práticas aumentam a eficácia dos resultados. O Instituto de Ciências da Saúde em Montes Claros, fundamentado na Aprendizagem Baseada em Problemas utiliza na avaliação das habilidades clínicas uma ficha avaliativa semiestruturada de conceitos globais inespecíficos, geralmente com utilização retrospectiva e prova escrita. Entretanto, em Educação Médica, as competências envolvem conhecimento e habilidades complexas e, segundo estudos para avaliá-las, há a necessidade de vários instrumentos direcionados para os diversos domínios. Para tal, foi realizado uma pesquisa qualiquantitativa, exploratória descritiva.Os dados foram coletados a partir de dois questionários semiestruturados no início e fim da pesquisa. No decorrer da pesquisa foram utilizados instrumentos estruturados clínicos de observação direta, portfólio, feedback e auto-avaliação. A amostragem foram 18 alunos do 3º período de medicina, do módulo de Habilidades e Atitudes de Pediatria. Utilizou-se análise de conteúdo para analisar os dados coletados. Foram obtidas consideráveis informações que constataram a necessidade de mudança e um melhor entendimento dos sujeitos participantes acerca das formas de avaliação. Verificou-se, que a maioria dos participantes tiveram aproveitamento satisfatório e receberam com satisfação as inovações. Ainda há muitas dúvidas acerca dos conceitos e dos métodos avaliativos pelos estudantes. Conclui-se apresentando sugestões que visam melhorar o ensino-aprendizagem e a avaliação no módulo de Habilidades e Atitudes, assim como trazer padronização nas práticas avaliativas de nossa faculdade, cientes das suas falhas e dificuldades. A aceitação, concordância e capacitação dos envolvidos é fundamental. Entendemos que há necessidade de mais pesquisas para saber os instrumentos mais adequados à nossa realidade.
The aim of this study was to investigate and analyze the conceptions and perceptions of medical students about evaluation of clinical skills before and after an implementation in formative assessment describing contributions in their training after these innovations. Studies refer to the need for implementing a valid alternative to formative assessment by professors to supplement the evaluations usually practiced. The Instituto de Ciências da Saúde em Montes Claros (Institute of Health Sciences in Montes Claros), grounded on the Problem Based Learning, uses a semi-structured evaluation card of global unspecific concepts, usually with retrospective application and written test. However, in Medical Education, competences involve knowledge and complex skills and, according to studies to evaluate them, there is the need for multiple instruments targeted to the several domains. To this end, it was carried out a descriptive exploratory quali-quantitative research. The data were collected from two semi-structured questionnaires at the beginning and end of the research. During the research, clinical structured instruments of direct observation, portfolio, feedback and self-evaluation were used. The sample was 18 students from the 3rd period of medicine coursing the module Pediatrics Skills and Attitudes. Content analysis was used to analyze the data collected. Considerable information was obtained that demonstrated the need for changing and a better understanding of participant subjects about forms of assessment. It was found that most of the participants had satisfactory results and have welcomed the innovations. There are still many doubts about the concepts and evaluation methods by students. It concludes with suggestions to improve the teaching-learning and evaluation in the Skills and Attitudes Module, as well as bringing standardization in assessment practices from our faculty, being aware of its shortcomings and difficulties. The acceptance, agreement and training of the ones involved are critical. We understand that there is need for more research to identify the most suitable instruments to our reality.
Descrição
Palavras-chave
Avaliação formativa , Autonomia , Medicina , Estudantes , Competência clínica
Citação