Análise sinóptica das condições de levante

Data
2010
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho pretende analisar as condições de levante no Algarve, a sua origem, desenvolvimento e dissipação, dando particular atenção aos mecanismos da circulação atmosférica de larga escala envolvidos. Este estudo tem relevância por ser inovador e por existir um número bastante reduzido de trabalhos científicos anteriores que abordem propositadamente esta temática. Acresce que os episódios de levante no Algarve têm importantes impactes ambientais, na saúde humana e socioeconómicos, justificando plenamente o presente estudo. Os dados que lhe servem de base foram fornecidos pelo Instituto de Meteorologia, I.M, e reportam-se às estações meteorológicas de Faro e Sagres, das quais foram extraídas as variáveis meteorológicas de superfície numa base diária e no período temporal 2002-2009: vento a 10 m (rumo predominante e intensidade), temperatura do ar a 2 m, pressão ao nível médio do mar e humidade relativa. Numa segunda fase, o estudo foca-se na análise sinóptica, utilizando para o efeito as reanálises do NCEP-NCAR, de onde se extraíram dados diários das seguintes variáveis meteorológicas no mesmo período temporal (2002-2009): pressão ao nível médio do mar, componentes do vento a 10 m (zonal e meridional), temperatura máxima e mínima do ar a 2 m e a 500 hPa, altura de geopotencial a 500 hPa e humidade relativa a 850 hPa. Com estes dados são gerados campos atmosféricos, recorrendo a um programa especializado, e que são objecto de análise. A compreensão deste mecanismo regional no âmbito da circulação geral da atmosfera leva-nos a duas conclusões relevantes. Primeiro, o vento de levante é predominantemente do quadrante este, com algumas ocorrências de sul. Segundo, conclui-se que a circulação atmosférica de larga escala associada à ocorrência de episódios de levante é caracterizada por um Anticiclone dos Açores bem definido, por um anticiclone sobre a Europa Central e/ou Ilhas Britânicas e por um vale depressionário localizado no noroeste de África e que se estende na direcção da Península Ibérica, o que origina ventos de componente leste em todo o litoral algarvio. Por fim, quer o início quer o final destes episódios tendem a estar relacionados com ventos de norte relativamente intensos sobre Portugal Continental.
The present study aims at analyzing the “levante” conditions in the Algarve, its onset, development and decay, giving particular emphasis to the underlying large-scale atmospheric mechanisms. The high relevance of this study is illustrated by its innovation and by the almost absence of scientifically-based studies specifically focused on this topic. Moreover, the “levante” episodes in the Algarve have strong impacts on environment, on human health and on the socio-economic sectors, which plainly justifies the present study. The following meteorological variables on a daily basis and in the 2002-2009 time period recorded at the weather stations of Sagres and Faro, from the Portuguese Institute of Meteorology, I.M., are selected: 10 m wind (dominant bearing and intensity), 2 m air temperature, mean sea level pressure and relative humidity. On a second stage, the study is focused on the synoptic analysis by using the NCEP-NCAR reanalysis dataset and selecting the following variables on a daily basis and in the same time period (2002-2009): mean sea level pressure, 10 m wind components (zonal and meridional), maximum and minimum air temperature at 2 m and at 500 hPa, geopotential height at 500 hPa and relative humidity at 850 hPa. Using this dataset, atmospheric fields are produced, using specialized computer codes, and are here analyzed. The understanding of this regional mechanism in the perspective of the general atmospheric circulation yields two relevant conclusions. First, the “levante” wind is predominantly an easterly wind, with some southerly occurrences. Second, the large-scale atmospheric circulation associated with the occurrence of “levante” episodes is characterized by a well-established Azores High, by a high pressure system located over Central Europe and/or the British Isles and by a trough over Northwestern Africa that extends towards the Iberian Peninsula, generating easterly winds along the Algarve coastal areas. Lastly, at both the onset and the decay, northerly winds tend to occur over the Portuguese mainland.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Clima e Alterações Climáticas
Palavras-chave
Citação