Caracterização das práticas alimentares de vitelas em explorações leiteiras do concelho de Barcelos

Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Tem havido grande interesse global em aumentar a produtividade e a saúde em vitelos no início da vida. No entanto, permanecem várias lacunas de conhecimento relacionadas ao maneio nutricional em cada fase do desenvolvimento que limitam significativamente esse potencial. O presente estudo teve como objetivo a identificação e descrição das práticas alimentares na cria de vitelos, adotadas pelos produtores de leite no concelho Barcelos. Foi adotada uma metodologia qualitativa através da realização de um inquérito em 41 empresas agropecuárias de produção de leite, ao longo de 4 meses (março a junho de 2021). Verificou-se que 56,1% dos inquiridos conservam o colostro com base na qualidade, mas apenas 19,50% utiliza técnicas e instrumentos para proceder a esta avaliação e 26,83% tinha conhecimento de metodologias para avaliar o sucesso da transferência de imunidade passiva (TIP). O número de tomas de colostro por dia médio é de 2,01 e a quantidade de colostro média diária fornecida é de 5,22±1,70 litros, sendo que apenas 68,3% dos produtores fornecem colostro aos seus vitelos nas primeiras 3 horas de vida. O consumo médio de leite diário pelos vitelos durante a fase de aleitamento é de 6,78±1,54 litros. Os vitelos são alojados individualmente. em média até aos 31,51±30,52 dias, e desmamados em média aos 95,12±82,97 dias, os critérios de desmame adotados são a idade dos animais (75,61% produtores) e a condição corporal (24,39% produtores). A média da idade de acesso à água é aos 8,00±12,20 dias, de acesso ao alimento concentrado de 26,42±93,31 dias, e à forragem de 7,24±14,13 dias e ao TMR aos 83,95±39,84 dias. Os vitelos excendentários são vendidos com uma média de idade de 101,42±151,99 dias. Uma grande proporção das explorações atendeu aos padrões alimentares e de bem-estar animal. No entanto, os resultados indicam que ainda há espaço considerável para melhorias no maneio alimentar de vitelos no concelho de Barcelos.
There has been great global interest in increasing productivity and health in calves early in life. However, there remain several knowledge gaps related to nutritional management at each stage of development that significantly limit this potential. The present study aimed to identify and describe the feeding practices in dairy calves, adopted by milk producers in the municipality of Barcelos. A qualitative methodology was adopted by conducting a survey in 41 dairy farming companies over 4 months (March to June 2021). It was found that 56,10% of respondents conserve colostrum based on quality, but only 19,50% use techniques and instruments to carry out this assessment and 26,83% were aware of methodologies to assess the success of passive transfer of immunity. The average number of colostrum intakes per day is 2,01 and the average daily amount of colostrum supplied is 5,22±1,70 liters, with only 68,3% of producers providing colostrum to their calves in the first 3 hours of life. The average daily milk consumption by calves during the suckling phase is 6,78±1,54 liters. Calves are housed individually. on average up to 31,51±30,52 days, and weaned on average at 95,12±82,97 days, the weaning criteria adopted are the age of the animals (75,61% producers) and body condition (24,39% producers). The mean age of access to water is 8.00±12.20 days, access to concentrate feed is 26,42±93,31 days, and forage is 7,24±14,13 days and to TMR at 83,95±39,84 days. Surplus calves are sold with an average age of 101,42±151,99 days. A large proportion of farms met dietary and animal welfare standards. However, the results indicate that there is still considerable room for improvement in the management of calves in the municipality of Barcelos.
Descrição
Esta dissertação foi elaborada com vista à obtenção do Grau de Mestre em Engenharia Zootécnica apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Palavras-chave
Vitelos , Maneio alimentar
Citação