Comunicação matemática e actividades de natureza investigativa no 1.º CEB

Data
2009
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho analisa o desenvolvimento da capacidade de comunicação matemática, em alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico (CEB), tendo como contexto a realização de actividades de natureza investigativa em sala de aula. Para tal, procede à análise de algum do conhecimento já disponível, tentando situar o assunto, em termos das principais teorias da aprendizagem, dando algum relevo à teoria construtivista, pois é nela que este trabalho encontra maior fundamento. Prosseguimos com uma reflexão sobre a comunicação matemática. Partindo de uma perspectiva da mesma enquanto instrumento do currículo, o desenvolvimento desta capacidade merecer-nos-á alguma atenção, bem como as suas principais características. A influência que nesse desenvolvimento têm o modo como o professor perspectiva o seu papel, o ambiente de sala de aula que é gerado e as tarefas que são escolhidas serão também alvo de alguma reflexão. Passamos depois a uma análise que passa pela abordagem às características das tarefas de natureza investigativa, às suas funções, aos momentos pelos quais as mesmas passam e às vantagens da sua implementação em sala de aula. Para tentarmos perceber até que ponto é que a capacidade da comunicação matemática é desenvolvida através da implementação de tarefas de natureza investigativa, em sala de aula, com alunos do 1.º CEB, optámos por uma metodologia qualitativa de tipo descritivo, em que o estudo de caso se torna pertinente, dada a complexidade e o carácter irrepetível do problema em análise. A experiência passou pela implementação numa turma de alunos do 4.º ano, duma escola dos arredores de Vila Real, de seis tarefas que se revestem de uma natureza investigativa, durante as quais procurámos respeitar os diferentes momentos por que passam as tarefas desse tipo. De seguida, procedemos à descrição e interpretação dos dados recolhidos, através das diferentes fontes, em termos dos processos de comunicação matemática, não só aquando das actividades desenvolvidas em grupo, mas também nos momentos de partilha/discussão com toda a turma. Discutimos os resultados que obtivermos em termos da argumentação matemática, do desenvolvimento da terminologia matemática e do nível de Van Hiele em causa.
This work analyses the development of the mathematical communication ability in students of the elementary school (1st, 2nd, 3rd and 4th grade), in the carrying out research activities in the classroom context. Therefore, proceeds the analysis of some of the available knowledge, trying to focus the subject in terms of the main learning theories, giving special importance to the constructive theory, because is it here that this work has a large ground. We proceed with a reflection on the mathematical communication. From the perspective of this type of communication as a curriculum instrument some attention should be given to the development of this ability, as well to its main characteristics. The way the teacher face his role, the classroom environment and the chosen tasks have influence on that development which will be subject of some reflection. After that we analysed the approach to the characteristics of the researching tasks, its functions, the moments of its procedures and the advantages of its use in the classroom. To understand to what extent the mathematical communication ability is developed through the use of the researching tasks in the classroom, with these students, we chose a descriptive qualitative methodology, in which the case study becomes relevant, due to the complexity and the unrepeatable character of the problem under consideration. The experience was made in a 4th grade class, in a school on the suburbs of Vila Real, with six tasks of researching nature, during which we tried to respect the different moments of the procedure. Consecutively, we made the description and interpretation of the collected data, through the different sources, in terms of the mathematical communication procedures, not only when the activities were being developed in group, but also at the share/debate moments with all the class. The founded results, in terms of mathematical reasoning, of mathematical terminology development and of Van Hiele level in cause, were the moot point.
Descrição
Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação, na Especialidade de Desenvolvimento e Aprendizagem da Criança
Palavras-chave
Matemática , Importância da comunicação , Alunos do ensino básico primeiro ciclo , Ensino/aprendizagem , Importância da investigação
Citação