Impacto da gestão da liquidez na performance das empresas vitivinícolas do Douro

Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
No presente, as empresas coabitam um mercado cada vez mais concorrencial e onde a atenção atribuída a um maior número de fatores extrínsecos e intrínsecos à organização potencializam a obtenção de resultados ainda mais positivos. Deste modo e com o acréscimo de competitividade no mercado, as empresas e os responsáveis pela gestão destas, têm atualmente como um dos principais objetivos o estudo da envolvência e dos fluxos financeiros. A liquidez, e tudo o que a esta lhe é inerente, assume-se como um fator muito importante na gestão das organizações o que leva a que estas sejam obrigadas a adotar políticas de gestão financeira que garantam bons rácios de liquidez e consequentemente, que permita à organização honrar os seus compromissos. A gestão empresarial tem como principal intuito a obtenção de resultados positivos de uma forma eficiente através do processo administrativo e da coordenação de recursos. Assim, as práticas de gestão organizacional devem focar-se no planeamento, organização, direção, controlo de recursos e entre outros, procurar sempre a maximização dos resultados e a garantia da sustentabilidade da empresa. A presente investigação tem como principal objetivo compreender o impacto que o PMP, o PMR, o fundo de maneio, o índice de endividamento geral e a liquidez geral têm na rendibilidade e consequentemente, na performance organizacional, expressa pelo ROA. Para o efeito, a metodologia utilizada foi a de dados em painel de séries temporais pelo modelo dos efeitos fixos, para uma amostra de 1212 observações no período compreendido de 2014 a 2017. Os resultados obtidos nesta investigação permitiram concluir que o ROA das empresas vitivinícolas não é determinado por estratégias de financiamento de curto prazo mesmo que, tenha sido possível compreender que existe uma relação negativa entre o PMR, o índice de endividamento geral e o ROA. Contudo, não se verificou a existência de relação esperada entre o fundo de maneio, o PMP, a liquidez geral e rendibilidade das empresas.
Nowadays, companies coexist in an increasingly competitive market where attention focused on a larger number of factors, both extrinsic and intrinsic to the organization, enhances the achievement of even more positive results. In this way and with the increase in market competitiveness, currently, one of the main objectives of companies and those responsible for their management is the study of their environment and financial flows. Liquidity, and everything related to it, has become a very important factor in the management of organizations, requiring them to implement financial management policies that guarantee good liquidity ratios and which, as a result, enable the organization to honour its commitments. The main purpose of business management is to efficiently obtain positive results through the administrative process and resource coordination. Therefore, organizational management practices must focus on planning, organization, leading and the control of resources, among other aspects, always seeking to maximize results and ensure the company’s sustainability. The main objective of this research is to understand the impact that DPO, DSO, working capital, the overall indebtedness ratio and overall liquidity have on profitability and, consequently, on organizational performance, as expressed by ROA. In order to do so, the methodology employed consisted of time series panel data, using the fixed-effects model, for a sample of 1212 observations in the period from 2014 to 2017. The results obtained in this research enable us to conclude that ROA for wine companies is not determined by short-term financing strategies, despite the understanding that there is a negative relationship between DSO, the overall indebtedness ratio and ROA. However, the expected relationship between working capital, DPO, overall liquidity and company profitability was not observed.
Descrição
Este trabalho foi expressamente elaborado como dissertação original para o efeito de obtenção de grau de Mestre em Gestão
Palavras-chave
Empresas Vitivinícolas , Gestão
Citação