Avaliação da performance zootécnica do camarão-de-patas-brancas (Litopenaeus vannamei)

Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A carcinicultura é um sector aquícola em franco desenvolvimento que tem desempenhado, ao longo dos últimos anos, um papel importante para o crescimento da aquacultura a nível mundial. A espécie de camarão mais produzida é o camarão-de-patasbrancas (Litopenaeus vannamei) devido à sua rusticidade, bons indicadores produtivos e valor comercial elevado que o transformam numa espécie de grande interesse para os produtores. A alimentação corresponde a 50 - 70% dos custos de produção na carcinicultura moderna devido às necessidades dos camarões por dietas nutricionalmente densas e ricas em proteína. Devido à sua elevada qualidade nutricional, a farinha de peixe foi um dos ingredientes mais requisitados e utilizados na carcinicultura a nível mundial em 2006-2007. Esta fonte de proteína apresenta custos elevados e tem-se assistido a uma certa escassez nos mercados e impactos ambientais, o que implica a necessidade de estudos conducentes à substituição desta fonte de proteína por outras fontes alternativas como o bagaço de soja. Neste estudo foi avaliada a performance zootécnica em cativeiro de juvenis de L. vannamei alimentados com dietas experimentais baseadas em fontes proteicas alternativas de origem vegetal e animal. Foi utilizada uma dieta de controlo (dieta CTRL) que continha teores moderados em farinha de peixe (20%) e de aves (14,5%) que foi comparada com uma dieta experimental formulada de modo a substituir a quase totalidade da matriz proteica de origem animal (redução de 75% da farinha de peixe e 100% da farinha de aves) por bagaço de soja (dieta SOJA). Além destas dietas ainda foi formulada uma terceira dieta (dieta KRILL) com uma base idêntica de bagaço de soja, mas suplementada com farinha de krill (2,5%) por substituição de proporção equivalente da farinha de peixe. Cada uma das dietas foi testada em grupos quintuplicados de 45 camarões (peso médio de 1,2 g) durante um período de 42 dias de alimentação. No final do ensaio não foram observadas diferenças significativas (P>0,05) em qualquer dos indicadores produtivos avaliados: peso corporal médio final, ganho de peso, taxa de crescimento específico, ingestão voluntária de alimento, índice de conversão, eficiência alimentar e comprimento médio final. Foram obtidas taxas de sobrevivência elevadas que rondaram os 87% na dieta controlo e 74% na dieta à base de bagaço de soja. Os resultados obtidos sugerem uma elevada permeabilidade nutricional do L. vannamei uma vez que a substituição parcial da farinha de peixe, ou total da farinha de aves, por bagaço de soja não teve efeitos negativos na performance do crescimento e na eficiência alimentar dos animais. A incorporação de níveis moderados de farinha de krill e óleo de krill não resultou em qualquer benefício significativo ao nível da ingestão alimentar e do crescimento dos juvenis. Foi possível concluir que, aparentemente, esta espécie de camarão apresenta uma elevada plasticidade nutricional, respondendo de modo positivo à substituição de proteína animal da dieta por fontes alternativas de origem vegetal sem que se verifiquem impedimentos ao nível da performance do crescimento e da eficiência alimentar.
Shrimp farming is a rapidly developing aquaculture sector that has played an important role in aquaculture growth worldwide over the past few years. Whiteleg shrimp (Litopenaeus vannamei) is the most produced shrimp species due to its rusticity, good production indicators and high commercial value that make it a species of great interest to producers. External feeding corresponds to 50 - 70% of production costs in modern shrimp production due to shrimp needs for diets that are nutritionally dense and protein-rich diets. Due to its high nutritional quality, fishmeal was one of the most requested and used ingredients in shrimp farming worldwide in 2006-2007. This protein source has high costs and there’s been a shortage in the markets, which implies the need for studies leading to the replacement of this source of protein by other alternative sources such as soybean meal. In this study, the zootechnical performance of L. vannamei juveniles in captivity fed experimental diets based on alternative protein sources of vegetable and animal origin was evaluated. A control diet (CTRL diet) was used, which contained moderate levels of fishmeal (20%) and poultry meal (14,5%), which was compared to an experimental diet formulated to replace almost all of the protein matrix of animal origin (75% reduction in fish meal and 100% in poultry meal) by soybean meal (SOYA diet). In addition to these diets, a third diet (KRILL diet) was formulated with an identical soy base but supplemented with krill meal (2,5%) to replace equivalent percentage of fish meal. Each of the diets was tested in quintuplicate groups of 45 shrimps (average weight of 1,2 g) during a 42-day feeding period. At the end of the trial, no significant differences were observed (P> 0,05) in any of the production indicators evaluated: final average body weight, weight gain, specific growth rate, voluntary food intake, food conversion rate, feed efficiency, final average body length. High survival rates were obtained, which were around 87% in the control diet and 74% in the soybean-based diet. The results obtained suggest a high improvement in the nutritional permeability of L. vannamei since the partial replacement of fish meal, or total of poultry meal, with soybean meal had no negative effects on growth performance and feed efficiency of the animals. An incorporation of moderate levels of krill meal and krill oil did not result in any significant benefit in terms of food intake and growth of juveniles. It was possible to conclude that this species of shrimp has a high nutritional plasticity, responding positively to the replacement of animal protein in the diet by alternative sources of vegetable origin without impediments to the level of growth performance and food efficiency.
Descrição
Este trabalho foi elaborado exclusivamente como dissertação original com vista à obtenção de Grau de Mestre em Engenharia Zootécnica
Palavras-chave
L. vannamei , crescimento
Citação