Influência do ruído nos cuidados de enfermagem à pessoa em situação crítica: Estágio e Relatório

Data
2021-11-25
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
Enquadramento: Define-se ruído como um som que produz um efeito fisiológico e psicológico indesejável a uma pessoa. A Organização Mundial de Saúde recomenda o nível médio de 30 dB à noite e 40 dB durante o dia, sendo esses valores ultrapassados nos centros hospitalares, em particular nas unidades de cuidados intensivos. Estudos indicam que o que contribui para o descontrolo do ruído, prende-se com a não consciencialização dos profissionais para esta problemática, associada também à falta de perceção de que trabalham num ambiente ruidoso e que este tem consequências nefastas para os profissionais e para os doentes. Objetivo: Durante a realização do estágio numa unidade de cuidados intensivos polivalente da região norte, que decorreu entre setembro de 2019 e fevereiro de 2020, desenvolvemos um estudo de investigação, que pretendeu medir o ruido numa unidade de cuidados intensivos polivalente e analisar a perceção dos enfermeiros sobre a interferência do ruído nos cuidados de enfermagem prestados à pessoa em situação crítica numa unidade de cuidados intensivos polivalente. Métodos: Tratou-se de um estudo descritivo correlacional, transversal e de natureza quantitativa. Foi aplicado um questionário como instrumento de recolha de dados e colocado um sonómetro durante três dias para medição dos níveis sonoros. Resultados: Verificou-se que os níveis de pressão sonora variaram entre 47.59 e 83.80 dB(A) para o período diurno e entre 47.59 e 76.33 dB(A) para o período noturno. Cerca de 41% dos enfermeiros sentiam-se incomodados em ambientes ruidosos, 41% dos enfermeiros referiram que às vezes o ruído afetava o seu desempenho profissional, cerca de 24% referiu dificuldade de comunicação e cerca de 53% referiu diminuição da concentração. Foram definidas medidas de prevenção e estratégias que visam a redução do nível do ruído que pode interferir na prestação dos cuidados de enfermagem de excelência. Conclusão: Os resultados evidenciam que os enfermeiros identificaram as principais fontes de ruído (monitores, ventiladores), têm perceção da existência do ruído e das consequências no seu desempenho profissional.
Background: Noise is defined as a sound that produces a physiological and psychological effect undesirable to a person. The World Health Organization (WHO) recommends the average level of 30 dB at night and 40dB during the day, and these values are exceeded in hospital centers and most particularly in intensive care units. Studies indicate that what contributes to the noise lack of control is related to the no awareness of professionals for this problem, also associated with the non perception that they work in a noisy environment and this has harmful consequences for professionals and patients. Objective: During the internship in a multipurpose intensive care unit in the northern region, which took place between September 2019 and February 2020, we developed a research study, which aims to measure the noise in a multipurpose intensive care unit and analyze nurses’perception of noise interference in nursing care provided to critically ill, in a multipurpose intensive care unit. Methods: This was a descriptive correlational, cross-sectional and quantitative study. A questionnaire was applied as data collection tool and a sound meter was placed for three days to measure sound levels. Results: It was found that the sound pressure levels varied between 47,59 and 83,8 and dB(A) for the daytime period and between 47,59 and 76,33 dB(A) for the nighttime period. About 41% of nurses feel uncomfortable in noisy environments, 41% of nurses reported that sometimes noise affected their professional performance, about 24% reported communication difficulty and about 53% reported decreased concentration. Prevention measures and strategies were defined to reduce noise level that can interfere in excellent nursing care. Conclusion: The results show that nurses identified the main sources of noise (monitors, ventilators), and they are aware of the existence of the noise and its consequences on their professional performance.
Descrição
Relatório de Estágio apresentado à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Enfermagem da Pessoa em Situação Crítica
Palavras-chave
Ruído , Cuidados Intensivos
Citação