O impacto do perfil linguístico em crianças de idade Pré-escolar no sucesso escolar no 1.º Ano de escolaridade

Projetos de investigação
Unidades organizacionais
Fascículo
Resumo
A presente investigação teve como objetivo primordial identificar as competências ao nível da linguagem oral em idade pré-escolar que influenciam de forma mais significativa a aprendizagem dos processos de leitura e escrita, contribuindo para o insucesso escolar das crianças no 1.º ano de escolaridade. A amostra envolveu 96 crianças a frequentar o último ano da educação pré-escolar. As mesmas foram avaliadas em dois momentos distintos. O primeiro momento, de recolha de dados, aconteceu quando as crianças frequentavam o último ano da educação pré-escolar; o segundo momento decorreu após o ingresso das crianças no 1.º ano de escolaridade. Inicialmente, aplicou-se um breve questionário para recolha de dados sociodemográficos, de desenvolvimento global e percurso escolar da criança. Para avaliar as competências de linguagem oral, aplicou-se o Teste de Identificação de Competências Linguísticas (Viana 2004). Com vista à análise da performance da leitura e escrita, recorreu-se à Prova de Avaliação de Competências de Linguagem para a Leitura e Escrita (Valido et al. 2011). Observaram-se diferenças estatisticamente significativas para as competências de linguagem oral e escrita em função do sexo, zona de residência, tipo de instituição de ensino e habilitações académicas dos pais. Observou-se uma correlação extremamente significativa positiva moderada para o conhecimento lexical e a compreensão de texto, escrita de grafemas, fluência e precisão leitora. Para as competências de conhecimento morfossintático, verificouse a existência de uma correlação extremamente significativa positiva moderada para a escrita de grafemas, compreensão de texto e precisão leitora. Quanto à memória auditiva, o estudo indica-nos a presença de uma correlação extremamente significativa positiva alta para a relação grafema/fonema e escrita de palavra. Ainda para a capacidade de memória auditiva, observouse uma correlação extremamente significativa positiva moderada para a nomeação de grafemas e fluência leitora. Quanto às capacidades de consciência linguística, aponta-se uma correlação extremamente significativa positiva moderada para a nomeação de grafemas, soletração de palavras, fluência e precisão leitora. Conclui-se que quanto melhor forem as competências ao nível das dimensões linguísticas em idade pré-escolar, melhor será a performance ao nível da relação grafema/fonema, nomeação de grafemas, soletração de palavras, escrita de grafemas, escrita de palavras, compreensão de texto, fluência e precisão leitora. Em suma, é fundamental que os níveis linguísticos sejam trabalhados precocemente e de forma holística, para prevenir e ou minimizar alterações no processo de leitura e escrita e facilitar o mesmo.
The present investigation had as main objective to identify the lacuna skills in the level of oral language in preschool age that more significantly influence the learning of the reading and writing processes, contributing to the school failure of children in the 1st year of schooling. The sample involved 96 children attending the last year of pre-school education. They were evaluated at two different times. The first moment of data collection happened when the children attended the last year of pre-school education; the second moment took place after the children entered the 1st year of schooling. Initially, a brief questionnaire was applied to collect socio-demographic data, of global development and the child's educational background. To assess oral language skills, Teste de Identificação de Competências Linguísticas (Viana 2004) was applied. In order to analyze the performance of reading and writing, the Prova de Avaliação de Competências de Linguagem para a Leitura e Escrita (Valido et al. 2011). There were statistically significant differences for oral and written language skills according to gender, area of residence, type of educational institution and academic qualifications of parents. There was an extremely significant positive and moderate correlation for lexical knowledge and text comprehension, grapheme writing, fluency and reading precision. For the skills of morphosyntactic knowledge, an extremely significant positive correlation was found for moderate graffiti writing, text comprehension and reading precision. As for the auditory memory, the study indicates the presence of an extremely significant high positive correlation for the relation grapheme / phoneme and word writing. Still for the capacity of auditory memory, an extremely significant positive correlation was observed for the naming of graphemes and reading fluency. As for linguistic awareness skills, there is an extremely significant positive and moderate correlation for the naming of graphemes, spelling of words, fluency and reading accuracy. We conclude that the better the skills in terms of linguistic dimensions in preschool age, the better the performance in terms of the grapheme / phoneme relationship, grapheme naming, word spelling, grapheme writing, word writing, comprehension of text, fluency and reading accuracy. In short, it is essential that linguistic levels are worked on early and in a holistic way, to prevent and or minimize changes in the reading and writing process and to facilitate the same.
Descrição
Tese apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro para obtenção do Grau de Doutora em Ciências da Linguagem.
Palavras-chave
linguagem oral , sucesso escolar
Citação