Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/10034
Title: Política das migrações, violência estrutural e HIV/Aids
Authors: Sacramento, Octavio José Rio do
Keywords: Migrações Internacionais
Políticas Repressivas
Marginalização
Violência Estrutural
Epidemia de HIV/Aids
Issue Date: 2019
Abstract: Considerando o atual cenário político das migrações internacionais, o artigo dis- cute as assimetrias e exclusões de cidadania inerentes aos fluxos migratórios, com o propó- sito principal de compreender as respetivas repercussões na epidemiologia do HIV. A aná- lise é eminentemente teórico-conceitual, apoiada numa pesquisa bibliográfica orientada para destrinçar nexos entre as políticas migratórias dominantes e o HIV/aids. Fica evidente, desde logo, que os países mais prósperos tendem a adotar posicionamentos seletivo-re- pressivos em matéria de migrações, movidos por critérios economicistas, pânicos securitá- rios e fobias identitárias. Daqui resultam fronteiras político-administrativas e de cidadania intransponíveis para as pessoas que integram as migrações da miséria, intensificando a sua marginalização. A par desta violência estrutural constituem-se quadros de vulnerabilidade epidemiológica face ao HIV que intensificam o risco de contágio, constrangem o acesso a cuidados a quem já se depara com a infecção e dificultam as estratégias coletivas de enfrentamento da infecção no quadro dos sistemas de saúde pública.
Peer Reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10348/10034
Document Type: Article
Appears in Collections:CETRAD - Artigo publicado em Revista Científica Indexada

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PolticadasmigraesviolnciaestruturaleHIVAIDS.pdf151,55 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.