Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/10441
Title: Gestão Florestal de Regeneração Natural em Pinhal-bravo, no Baldio de Paradança (Distrito de Vila Real)
Authors: Cerqueira, Anabela Nunes
Advisor: Fonseca, Teresa de Jesus Fidalgo
Silva, Maria Emilia Calvão Moreira
Gomes, Pedro Miguel Morais
Keywords: Regeneração natural
orientações silvícolas
Issue Date: 17-Mar-2021
Abstract: O pinheiro-bravo (Pinus pinaster Ait.) é uma das espécies florestais mais representativas da floresta em Portugal e tem como característica a sua elevada propagação através de desenvolvimento de regeneração natural. O aproveitamento dessa regeneração natural é em si uma técnica de silvicultura que consiste em aproveitar as sementes que germinam naturalmente no solo. Devido às tendências de evolução negativa da floresta de pinheiro-bravo em Portugal, sobretudo pelos grandes incêndios, tem-se verificado que a madeira existente não é suficiente para abastecer as necessidades de toda a capacidade industrial instalada nas suas diversas utilizações, que passam desde biomassa para energia, produção de varas e postes ou madeira de serração, entre outros. Por esta razão, o investimento em áreas de pinhal é basilar para a sustentabilidade das atividades económicas que dependem deste. Não obstante, este investimento necessita ser acompanhado de conhecimento técnico e científico para que a produção possa ser maximizada e nesse sentido é importante o estudo de modelos de silvicultura que consigam dar resposta a esta variedade de produtos. Este trabalho tem como objetivo a avaliação e a simulação do crescimento de povoamentos de regeneração natural de pinheiro-bravo resultantes de incêndios ocorridos no Baldio de Paradança. Com este estudo pretende-se quantificar a produção esperada do pinheiro-bravo atendendo a diferentes orientações silvícolas de regulação de densidade, em povoamentos jovens, com densidades variáveis (baixa, média, alta e muito alta). As previsões serão realizadas com recurso ao simulador ModisPinaster (Fonseca 2004, Fonseca et al., 2012), usando como informação de entrada dados dendrométricos a recolher em parcelas de amostragem a instalar na área de estudo. Tendo por base todas as análises desenvolvidas durante a componente prática desta dissertação, pode-se afirmar que, dos 4 modelos apresentados, o Modelo DAL – 1, Fa1 mostra os maiores valores de produção no final da revolução (45 anos), em termos de volume, na ordem dos 805,0 m3 /ha. Em termos de remoção de biomassa o modelo mais rentável é o DAL – 2, Fa2), com 311,6 t/ha. No entanto, em termos de material removido ao longo da vida do povoamento, o que apresenta maior rentabilidade é o modelo DMED, com um volume de 293,3 m3 /ha, e um valor de biomassa de 119,8 t/ha. Em termos de dimensão média das árvores, o modelo DMAL é o que apresenta o maior valor em diâmetro médio (28,8 cm), aquando do corte final (45 anos). Seguindo-se o modelo DMED com 28,0 cm.
The maritime pine (Pinus pinaster Ait.) is one of the most representative forest species in Portugal and its main characteristic is its high propagation through the development of natural regeneration. The use of this natural regeneration is a silviculture technique that consists in taking advantage of the seeds that naturally germinate in the soil. Due to the negative evolution trends of Pinus pinaster forest in Portugal, mainly due to the large fires in the last decades, it has been verified that the existing wood is not enough to supply the needs of all the industrial capacity installed in its several uses, from biomass to energy, production of sticks and poles or sawn wood, among others. For this reason, the investment in pinewood areas is essential for the sustainability of the economic activities that depend on it. Nevertheless, this investment needs to be accompanied by technical and scientific knowledge so that production can be maximized, and in this sense, it is important to study forestry models that can respond to this variety of products. This work also aims to evaluate and simulate the growth of stands of natural regeneration of maritime pine resulting from fires in Baldio de Paradança. This study aims to quantify the expected production of Pinus pinaster according to different silvicultural guidelines of density regulation, in young stands with variable densities (low, medium, high, and very high). The forecasts will be carried out using the ModisPinaster simulation (Fonseca 2004, Fonseca 2012), using as input information dendrometric data to be collected in sampling plots to be installed in the study area. Based on all the analyzes developed during the practical component of this dissertation, it can be said that, of the 4 models presented, the DAL - 1, Fa1 Model shows the highest production values at the end of the revolution (45 years), in terms of volume, in the order of 805,0 m3 /ha. In terms of biomass removal, the most profitable model is DAL - 2, Fa2), with 311,6 t/ha. However, in terms of material removed over the life of the stand, the DMED model is the most profitable, with a volume of 293,3 m3 /ha, and a biomass value of 119.8 t / ha. In terms of the average size of the trees, the DMAL model has the highest value in average diameter (28,8 cm), at the time of the final cut (45 years). Following the DMED model with 28,0 cm.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia Florestal
URI: http://hdl.handle.net/10348/10441
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DCFAP - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
35_Validacao_Tese_Dissertacao_anabela.pdf
  Restricted Access
639,47 kBAdobe PDFView/Open Request a copy
Dec Deposito.pdf
  Restricted Access
78,62 kBAdobe PDFView/Open Request a copy
Diss ANABELA NUNES CERQUEIRA.pdf5,06 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.