Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/10647
Title: Processamento Digital de Sinal: (Conteúdos e métodos de organização científica e de execução pedagógica)
Authors: Soares, Salviano Filipe Silva Pinto
Issue Date: Jul-2020
Abstract: O relatório aqui apresentado corresponde a um programa da Unidade Curricular (UC) de Processamento Digital de Sinal (PDS), que se pretende venha a integrar o novo plano curricular do Mestrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (MEEC)sucedâneo do Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores cinco (5 anos) para as Licenciatura (3 anos) e o Mestrado (2 anos) em Engenharia Electrotécnica e de Computadores que decorre da nova legislação de 2018 relativa ao novo Regime Jurídico de Graus e Diplomas inscrita no Decreto-Lei nº65/2018 de 16 de agosto, imposta às ofertas educativas da UTAD tal como a todas as outras instituições de ensino superior do país. Referia-se que por Despacho da ECT o candidato foi nomeado para a Comissão que elaborou a proposta para o curso de Mestrado e recomendado como Professor Regente da UD de Processamento Digital de Sinal em função da sua experiência na área de mais de vinte (anos). Atualmente a UC consta da estrutura curricular do Mestrado Integrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (MIEEC) da UTAD, existe já uma UC denominada Processamento Digital de Sinal (DR, 2.ª série - N.º 69 - 31 de agosto de 2015). O MIEEC da UTAD entrou em funcionamento no ano letivo 2015/2016 implementando o conceito de ciclo de estudos integrado conducente ao grau de Mestre, conforme estabelecido na Lei de Bases do Ensino Superior, surgindo na sequência de uma reformulação do anterior modelo adaptado ao Modelo de Bolonha que assentava em dois ciclos de estudos. Com esta reformulação, o plano de estudos do curso passou a ter um tronco comum de três anos seguido de três percursos formativos alternativos denominados de ramos, Eletrónica e Instrumentação; Automação Industrial e Telemática. Existindo em cada ramo um conjunto de UC comuns e uma área de especialização à qual estão associadas UC opcionais. Desde a génese dos cursos de Electrotecnica na UTAD em 1990, a UC de PDS, sendo considerada de referência, fez sempre parte das disciplinas obrigatórias estando atualmente, como já referido, nos três ramos a ser lecionada no 1º semestre do 4º ano (7º semestre do curso). Segundo o autor, este continua a ser o momento adequado para a inserção da nova UC no curriculum, atendendo à especificidade dos assuntos a abordar e ao nível de conhecimentos necessários adquiridos anteriormente pelos alunos nomeadamente no que diz respeito a conceitos fundamentais de Matemática e Teoria de Sistemas de Sinais numa abordagem contínua que passa também pelos Sistemas de Electrónica Analógica ou os Sistemas Digitais nos primeiros anos do curso cujos temas voltam a ser estudados em PDS agora em realizações discretas onde se discutem os teoremas e regras fundamentais inerentes ao processamento digital dos dados face a dicotomia dos paradigmas analógico versus digital que se sintetizam no termo que entretanto se consolidou na comunidade científica da área: digital twin. Ao longo das últimas décadas, a área de PDS desenvolve-se quer ao nível teórico e tecnológico tendo sido um fator fundamental a medida crescente da disponibilidade computacional. Uma outra razão importante para o seu sucesso foi a sua implementação na indústria e na sociedade em geral em grande parte devido à evolução dos custos de utilização de software (SW) e hardware (HW) que se tornaram mais baixos fruto também do progresso e desenvolvimento tecnológico. Para além da área da Electrotecnia, novas tecnologias e inúmeras aplicações em áreas distintas, como por exemplo a Medicina ou a Biotecnologia, tiram hoje partido de algoritmos de PDS aumentando assim a exigência de conhecimentos de base aos futuros Engenheiros Electrotécnicos o que só por si confirma a necessidade fundamental da unidade curricular de Processamento Digital de Sinal continuar a integrar o curriculum de um qualquer curso na área da Engenharia Electrotécnica como é o caso do Mestrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (MEEC) na UTAD já nas suas próximas edições como no passado. Como já aludido, a unidade curricular de Processamento Digital de Sinal, pretende complementar as estratégias de resolução de problemas de engenharia numa perspetiva analógica, fazendo agora uso do conhecimento dos conceitos fundamentais de sinais e sistemas discretos bem como de técnicas nos domínios do tempo e da frequência: análise e filtragem. Numa outra perspetiva é também objetivo que desenvolva competências para a prossecução de estudos avançados na área de PDS.
Description: Relatório sobre os Conteúdos e os Métodos de Organização Científica e de Execução Pedagógica da Unidade Curricular Processamento Digital de Sinal, do Mestrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, no âmbito de Provas de Agregação de acordo com o Artigo 8.º, alínea b), que se refere a alínea b) do Artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 239/2007 de 19 de junho de 2007.
URI: http://hdl.handle.net/10348/10647
Document Type: Other
Appears in Collections:Provas de Agregação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rel Salviano Soares.pdf26,83 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Dec Salviano Soares.pdf
  Restricted Access
540,52 kBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.