Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/11245
Title: Bullying no contexto desportivo na Região de Trás-os-Montes e Alto Douro
Authors: Marracho, Philippe
Advisor: Coelho, Eduarda Maria Rocha Teles de Castro
Pereira, Antonino Manuel de Almeida
Miguel Venda da Graça Nery
Keywords: desporto
pares
Issue Date: 11-Mar-2022
Abstract: O bullying é uma problemática atual pouco estudada no contexto do desporto. O objetivo desta investigação é descrever e analisar o fenómeno do bullying e os comportamentos de maus-tratos na relação atleta-treinador no contexto desportivo, na região de Trás-osMontes e Alto Douro, Portugal. A primeira abordagem, de carácter quantitativo, é composta por dois estudos. O primeiro teve como objetivo descrever e comparar os comportamentos de bullying no desporto escolar e no desporto federado, e por sexo. A uma amostra constituída por 642 atletas (13-19 anos) foi aplicado o Questionário para o Estudo e Prevenção da Violência no Desporto: Bullying no Contexto Desportivo. Os resultados do qui-quadrado demonstraram não haver diferenças significativas em nenhuma das variáveis em análise. A prevalência de episódios de bullying no desporto escolar foi de 23,6% e no desporto federado de 25,6%. Em relação ao sexo, verificamos uma prevalência de comportamentos de bullying no sexo masculino de 26,5% e no feminino de 21,9%. O segundo estudo tem como objetivo descrever e comparar os comportamentos de bullying nas modalidades coletivas, combate e individuais. A uma amostra constituída por 642 atletas (13-19 anos) foi aplicado o Questionário para o Estudo e Prevenção da Violência no Desporto: Bullying no Contexto Desportivo. Os resultados do qui-quadrado demonstraram não haver diferenças significativas em nenhuma das variáveis em analise. A prevalência de bullying foi de 26,7% nas modalidades coletivas, 19,1% nas individuais, e 23,1% nas de combate. A segunda abordagem, de carácter qualitativo, foi composta por dois estudos. No estudo três, o nosso objetivo foi descrever a natureza dos comportamentos de bullying, através da realização de entrevistas semiestruturadas a uma amostra composta por 13 atletas do desporto federado. Os dados foram analisados através da técnica de análise de conteúdo. Os resultados sugerem que existem ocorrências de comportamentos de bullying no desporto. Os atletas caracterizam o conceito de bullying como comportamentos de gozo, violência física e brincadeira, referindo o bullying verbal e o físico como sendo os mais frequentes. Os locais mais propícios à ocorrência de episódios de bullying são os balneários, o treino e a competição. Os atletas referiram que o bullying deve ser um tema crucial nas investigações científicas, bem como em programas de prevenção e intervenção no contexto desportivo e escolar, com a finalidade de sensibilizar a sociedade para esta temática. No estudo quatro, o objetivo foi descrever a natureza dos comportamentos de maus-tratos na relação atleta-treinador, através de entrevistas semiestruturadas a 12 atletas do desporto federado. Relativamente às vítimas, foi possível verificar a inexistência de comportamentos de maus-tratos na relação atleta-treinador. No entanto, enquanto observadores, vivenciaram formas de abuso emocional verbal, negação de atenção e de apoio. Como estratégias e medidas de prevenção dos comportamentos de maus-tratos, os atletas destacam a supervisão, a comunicação, e até o despedimento do treinador. O bullying é uma problemática atual no contexto do desporto, sendo necessário intervenções ao nível da prevenção e intervenção para diminuir os comportamentos de maus-tratos nas relações atleta-atleta e atleta-treinador.
Bullying is still little studied in sport context. This paper describes and analyses bullying and mistreatment behaviour in the athlete-coach relationship in sport context, in Trás-osMontes and Alto Douro, Portugal. The first approach, quantitative in nature, includes two papers. The first describes and compares bullying behaviours in school sports and in federated sports, as well as by sex. A sample consisting of 642 athletes (13-19 years old) filled the Questionnaire for the Study and Prevention of Violence in Sports: Bullying in Sport Context. The chi-square results showed no significant differences in any of the variables under analysis. The prevalence of bullying episodes in school sports was 23.6%; in federated sports it was 25.6%. Regarding sex, we found a 26.5% prevalence of this behaviour in males and of 21.9% in females. The second paper describes and compares bullying behaviours in team, combat and individual modalities. A sample consisting of 642 athletes (13-19 years old) was given the Questionnaire for the Study and Prevention of Violence in Sports: Bullying in Sport Context. The chi-square results showed no significant differences in any of the analysed variables. The prevalence of bullying was of 26.7% in team sports, 19.1% in individual sports, and 23.1% in combat sports. The second approach, qualitative in nature, consists of two papers. In the third paper, the aim was to describe the nature of bullying behaviours through semi-structured interviews applied to a sample composed of 13 federated athletes. The data was analysed through a content analysis technique. The results suggest that there are occurrences of bullying behaviour in sport. Athletes characterized the concept of bullying as a set of behaviours comprising mockery, physical violence and play; these behaviours can be verbal or physical. Bullying episodes are more likely to occur in changing rooms, as well as in training and competition contexts. The athletes believed bullying should be a crucial topic in scientific research; they also stated the need for prevention and intervention programs in sport and school contexts so as to raise awareness on this subject. The fourth paper aimed at describing the nature of mistreatment in the athlete-coach relationship, through semi-structured interviews with 12 federated athletes. The victims reported no mistreatment in the athlete-coach relationship. However, as bystanders, they experienced forms of emotional verbal abuse, denial of attention and support. As strategies and measures to prevent mistreatment, athletes emphasise the need for supervision, communication, and even coach dismissal. Bullying is a problem in sport context, requiring interventions at the level of prevention and intervention in order to reduce mistreatment behaviours among peers and in athletecoach relationships.
Description: Este trabalho foi expressamente elaborado como tese original para efeito de obtenção do grau de Doutor em Ciências do Desporto na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
URI: http://hdl.handle.net/10348/11245
Document Type: Doctoral Thesis
Appears in Collections:DLAC - Dissertações de Mestrado
TD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_final_20220411111750.pdf13,93 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Dec Philippe Marracho.pdf
  Restricted Access
207,64 kBAdobe PDFView/Open Request a copy
Val Philippe Marracho.pdf
  Restricted Access
406,75 kBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.