Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/133
Title: O medo e o desenvolvimento humano: Uma proposta de Educação de Adultos desde a inter-relação Criatividade e Motricidade Humana para uma vida “serena, útil e corajosa”
Authors: Costa, Maria Helena da Silva Gil da
Advisor: Trigo, Eugenia
Keywords: Desenvolvimento humano
Educação de adultos
Medo
Issue Date: 2008
Abstract: O medo, estado psicológico e mecanismo natural, está inscrito de forma indelével no mais profundo do nosso ser, mas, por força da aprendizagem e da cultura, pode sofrer alterações nas suas formas de expressão e no seu significado. Quando saudável, pode ser uma chamada para a acção, mas, quando se torna crónico, mesmo que não patológico, afecta a nossa capacidade de desenvolvimento e crescimento pessoal, a nossa relação com os outros e a nossa relação com o mundo. Tendo como base esta preocupação e, como pressupostos, que o homem é um todo, a realidade é múltipla e complexa e a subjectividade é característica essencial do comportamento humano, esta tese assume e incorpora a necessidade de encarar a pesquisa nas ciências sociais e humanas com um acto criador. Assim, e enquanto Investigação Qualitativa que, em determinadas fases do processo, recorre à Pesquisa Colaborativa, pode ser sumariamente explicada a partir da interacção sistémica das quatro dimensões (os 4 P’s) da Criatividade. O Produto, a tese – com o propósito de chegar a um conjunto de princípios educativos para lidar com o medo que possam ser aplicados em contexto de Educação de Adultos, esta tese incorpora: um conceito multidimensional de desenvolvimento humano; a noção de que os discursos são encarnados e que o investigador influi na construção do objecto do conhecimento; diferentes cosmovisões e diferentes linguagens. A Pessoa, o investigador – para a criação de um produto com as características enunciadas, foi necessário que o investigador (singular ou colectivo, consoante as fases do processo), se dispusesse a conciliar a dualidade dos papéis de investigador e de investigado e, mais do que simples operador, mas como sujeito reflexivo, procurasse transformar o conhecimento em consciência. A Pressão, a natureza do contexto da pesquisa – num clima que se procurou que fosse matizado por um conhecimento vivido, uma atitude de habitar a pergunta e uma vontade de jogar a inventar modelos. O Processo, as operações realizadas – com correspondência entre as diferentes etapas e fases do processo da pesquisa e as componentes, estádios e fases do Processo de Resolução Criativa de Problemas, o processo de investigação foi percorrido em três diferentes caminhos: o caminho da reflexão e compreensão dos problemas e desafios encontrados; o caminho da execução e produção de resultados parciais e globais; o caminho da avaliação de todo o processo e que, como tal, encerra, mas também reabre para um outro ciclo da pesquisa.
Fear – a psychological state of mind and a natural mechanism – is registered in ourselves in a permanent way. However, owing to learning and cultural differences, it may undergo changes in its meaning and in the way it is expressed. If healthy, it may be a call to action, but when it becomes chronic, although not yet pathological, it can affect our capacity for both development and personal growth, as well as our relationships with others and how we relate to the world. With this in mind, and assuming that (1) man is a single entity, that (2) reality is both multiple and complex and that (3) subjectivity is an essential feature of human behaviour, then this thesis assumes and incorporates the need to view social and human scientific research as an act of creation. Therefore, as Qualitative Investigation (which, at some stages, uses Collaborative Research) it can be explained by systemic interaction of the 4 dimensions of Creativity (the 4 P’s) summarised as follows. The Product, the thesis – aims to set out a number of procedures and educational principles for dealing with fear to use in an adult education context. It combines: different perspectives and visions of the universe and different languages; a multidimensional concept of human development; the idea that language is embodied in the person and that the researcher influences the construction of the object of knowledge. The Person, the researcher – given the purpose of creating a product with the abovementioned characteristics, it was necessary that the researcher (as individual, or as a group, depending on the stages of the process) was able (1) to conciliate the role of researcher with the role of object of research, (2) to be not only an operator, but a reflexive subject who tries to transform knowledge into consciousness. The Pressure, or the nature of the research context – a climate which was intended to be of living knowledge; with an attitude of “inhabiting the question”, and a will to create its own research design. The Process, the operations performed – links the different stages and phases of the research process with the different components, stages and phases of the Creative Problem Solving process. Consequently, the research process was done in three different paths: the path of problem and challenging understanding; the path of partial and global results production; the path of process assessment which, simultaneously closes and reopens into a new cycle of investigation.
Description: Tese de doutoramento em Educação
URI: http://hdl.handle.net/10348/133
Document Type: Doctoral Thesis
Appears in Collections:OLD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
phd_mhsgcosta.pdfDocumento principal19,17 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
phd_mhsgcostaAnexos.zipAnexos31,34 MBUnknownView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.