Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/145
Title: Segmentação, classificação de vídeo e pesquisa através de metadados
Authors: Oliveira, Ana Paula Duarte
Advisor: Oliveira, Paula
Marcelino, Luís
Keywords: Linguagem de progamação
Metadados
Segmentação
Multimédia
Issue Date: 2008
Abstract: Todos nós, no dia-a-dia, nos confrontamos com a necessidade de utilizar metadados quando recorremos aos índices de uma biblioteca, quando consultamos o catálogo de uma exposição, ou até quando analisamos a planta de uma cidade. O ponto comum entre esses dados é que nos faculta informação essencial para a identificação e interpretação da informação para que remetem. Face à necessidade de recorrer a linguagens e metadados descritivos que possibilitem o acesso à informação armazenada, foram criadas linguagens standard que permitem a descodificação de vários tipos de documentos e a apresentação dos dados armazenados sob a forma de texto organizado. O SGML (Standard Generalized Markup Language), o HTML (HyperText Markup Language) e o XML (eXtensible Markup Language) são metalinguagens, ou seja, linguagens para descrever outras linguagens. Estas metalinguagens são constituídas por um conjunto de códigos, ou tags, que são comandos que determinam a forma, a composição e (no caso do XML) o conteúdo com que o documento se apresentará. Indo de encontro a esta necessidade, foi desenvolvida uma aplicação que para além de permitir a segmentação de vídeos, faculta a sua classificação com recursos a metadados através da norma MPEG-7. Esta norma permite descrever através de um standard os formatos das descrições de ficheiros multimédia para que as descrições sejam compatíveis com todos os programas que possam vir a utilizar-se da informação. Com a norma MPEG-7, é possível descrever ficheiros multimédia com anotações textuais de alto nível, bem como com informações de baixo nível, como texturas, formas e movimentos. As descrições são gravadas no formato XML e os esquemas de descrição, que definem a sintaxe e a semântica das descrições, podem ser criados e estendidos através da Linguagem de Definição de Descrição (DDL). A introdução da pesquisa é uma das inovações introduzida por esta aplicação. Esta funcionalidade permite realizar pesquisas a segmentos através das anotações textuais de alto nível, como por exemplo, Who, When, What object, What action, Where. O utilizador poderá fazer Play Selection dos segmentos resultantes da pesquisa, passando à reprodução dos mesmos. Neste projecto é também apresentado de forma sucinta a norma MPEG-7 e um estudo comparativo das diversas ferramentas para descrição de conteúdos multimédia.
From day to day, we are faced with the need to use metadata when we use the contents of a library, when query the catalog of an exhibition, or even when discussing the plan of a city. The common point between these data is that we provide essential information for the identification and interpretation of information to refer. Given the need for a language and descriptive metadata that would allow access to stored information, standard languages have been created in order to permit the decoding of various types of documents and presentation of data stored in the form of organized text. SGML (Standard Generalized Markup Language), HTML (HyperText Markup Language) and XML (eXtensible Markup Language) are metalanguages, i.e. language to describe other languages. These metalanguages consist of a set of codes, or tags, which are commands that determine the shape, composition and (in the case of XML) with the content that the document will present. Going to meet this need, an application was developed to allow not only the targeting of videos, but also their classification using the MPEG-7 metadata resources. This will allow the description using the standard formats of multimedia files so that the descriptions are compatible with all programs able to use the information. With the standard MPEG-7, it is possible to describe media files with textual notes of high-level, as well as low-level information, such as textures, shapes and movement. The descriptions are written in XML format and the forms of description, which define the syntax and semantics of the descriptions, can be created and extended by the Description Definition of Language (DDL). The introduction of the research is one of the innovations introduced by this application. This feature allows you to perform searches through the segments of high-level textual notes, for example, Who, When, What object, action What, Where. You can make Play Selection of the segments from the search, going to play the same. This project will also present in summary form the standard MPEG-7 and a comparative study of various tools for description of multimedia content.
Description: Dissertação de Mestrado em Informática
URI: http://hdl.handle.net/10348/145
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:OLD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_apdoliveira.pdf1,99 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.