Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/2198
Title: Relação entre actividade física, auto-eficácia, e rendimento escolar em adolescentes
Authors: Moura, Dina Lopes
Advisor: Antunes, Maria Cristina Quintas
Keywords: Adolescência
Atividade física
Rendimento dos alunos
Issue Date: 2011
Abstract: A prática de actividade física na população em geral, e na adolescência em particular, tem-se tornado num dos temas mais discutidos actualmente. Os adolescentes parecem não seguir as recomendações de actividade física aconselhadas para a sua faixa etária de modo a ocorrerem ganhos significativos para a sua vida. As consequências reflectem-se ao nível de problemas que são preocupação pública crescente nas sociedades ocidentais, como o aumento da prevalência da obesidade e a emergência da diabetes tipo II. Para além da proeminência dada à actividade física relativamente à saúde em geral, a relação entre a actividade física e o rendimento escolar tem começado a ganhar relevância no seio da comunidade científica. Internacionalmente existe já alguma evidência acerca desta relação, mas em Portugal pouco se tem investigado na área. Este trabalho poderá fornecer novos dados acerca de factores implicados na relação entre a prática de actividade física e o rendimento escolar, como a auto-eficácia, uma vez que, tal como os investigadores referem, esta é uma relação complexa com factores intermediários. Neste sentido, o presente trabalho encontra-se dividido em duas partes. A primeira parte debruça-se em torno de uma revisão crítica da literatura referente a esta problemática, e a segunda parte corresponde a um estudo empírico realizado com 461 adolescentes de Viseu, objectivando investigar a relação entre a prática de actividade física, a auto-eficácia, e o rendimento escolar nesta população em particular.
Physical activity practice in the general population, and particularly in adolescence, has become one of the most discussed topics today. Adolescents do not seem to follow the recommendations of physical activity for their age in order to obtain significant health gains. The consequences are reflected in the increasing level of problems which are public concern in Western societies, such as the prevalence of obesity and the emergence of some diseases, as type II diabetes. Apart from the prominence given to physical activity for general health, the relationship between physical activity and scholastic achievement has been receiving much attention within the scientific community. Internationally there is already some evidence about this relationship, but in Portugal there has been little research in the area. This work can provide new information about possible factors involved in the relationship between physical activity and scholastic performance, such as self-efficacy, since, as the investigators note, this is a complex relationship with intermediate factors. This research is divided into two parts. The first part focuses around a critical review of the literature related to this issue, and the second part corresponds to an empirical study with 461 adolescents from Viseu and aims to investigate the relationship between physical activity, self-efficacy, and academic performance in this particular population.
Description: Dissertação de Mestrado em Psicologia da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10348/2198
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:OLD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MsC_dlmoura.pdf
  Restricted Access
670,87 kBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.