Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/2379
Título: Níveis psicológicos e cognitivos em gerontologia: Impacto de um Programa de Atividade Física na Satisfação com a Vida, Depressão e Função Cognitiva em Idosos Ativos
Autor: Souto, Simone Valéria Dias
Orientador: Coelho, Eduarda Maria Rocha Teles de Castro
Carvalhal, Maria Isabel Martins Mourão
Palavras-chave: Idosos
Atividade Física
Função cognitiva
Depressão
Satisfação com a vida
Data: 2012
Resumo: É evidente na literatura da especialidade a importância da atividade física na melhoria da qualidade de vida do idoso. No entanto, não existe consenso relativamente ao tipo de programa e nível de atividade física indicado para estas idades. Neste contexto, definimos como objetivo principal deste estudo verificar o impacto do tipo de programa e do nível da atividade física na satisfação com a vida, depressão e função cognitiva em idosos ativos. Esta investigação foi organizada em três estudos: Estudo 1- efeito do tipo de programa; Estudo 2 - efeito do nível de atividade física; e, Estudo 3 – influência das variáveis sociodemográficas e de atividade física. O paradigma que serviu de base à elaboração desse estudo foi o quase-experimental, do tipo longitudinal, utilizando um programa de intervenção com 3 grupos (hidroginástica, caminhada e prática combinada) com duração de um ano e 3 momentos de avaliação (intervalo de 6 meses). Foi utilizada uma amostra de conveniência constituída por 132 idosos com idades compreendidas entre os 65 e os 76 anos, 97 sexo feminino (73,5%) e 35 do sexo masculino (26,5%), residentes na região norte de Portugal (distrito de Vila Real). Para a avaliação das variáveis psicológicas e cognitivas foram utilizados os seguintes questionários: Escala de Satisfação com a Vida, Inventário de Depressão de Beck e o Mini-Mental State Examination. Utilizou-se o Internacional Physical Activity Questionnaire (IPAQ) e o pedómetro (NewLifestyles modelo NL – 2000, apenas no 3º momento de avaliação) para recolher os dados relativos à atividade física. Para verificar o efeito do tipo de programa e do nível de atividade física nos três momentos de avaliação foi utilizada uma MANOVA de medidas repetidas (3x3). O coeficiente de correlação de Pearson e a Regressão Linear Múltipla foram usados para verificar a influência das variáveis sociodemográficas e de atividade física nas psicológicas e cognitivas. Estudo1: Os diferentes tipos de programa de atividade física não apresentaram impacto na satisfação com a vida, depressão e função cognitiva. Estudo 2: Os idosos com nível de atividade física elevado apresentaram uma melhoria significativa na depressão ao fim de seis meses, enquanto nos de nível baixo e moderado a depressão aumentou. O mesmo se verificou na variável cognição-afeto. No que diz respeito à função cognitiva, o programa de intervenção apenas demostrou melhorias significativas no nível alto de atividade física após um ano, especificamente na retenção, atenção e cálculo, evocação e habilidade construtiva. Estudo 3: Verificou-se uma influência do nível de escolaridade na satisfação com a vida e do sexo, idade e nível de escolaridade na função cognitiva. Concluindo, este estudo demonstra que em idosos moderadamente ativos é mais importante o nível de atividade física do que o tipo de programa na melhoria da depressão e da função cognitiva.
The reviewed literature shows evidences of the importance of physical activity in improving the life quality of the elderly. However, there is no consensus concerning the program type and level of physical activity indicated for these ages. Therefore, our objective was to investigate the impact of program type and level of physical activity on life satisfaction, depression and cognitive function in elderly active subjects. This research was organized on three studies: Study 1 - Effect program type; Study 2 - Effect of physical activity level, and Study 3 - influence of sociodemographic variables and physical activity. The paradigm on the basis of elaboration this study was quasi-experimental and longitudinal, using for that an one year intervention program with 3 group (practicioners of: aerobics, walking and combined practice) evaluated on 3 moments (6 months appart). We used a convenience sample consisting of 132 elderly aged from 65 to 76 years, of which 97 were females (73.5%) and 35 males (26.5%), residents in northern Portugal (district Vila Real). For the evaluation of cognitive and psychological variables we used the following questionnaires: Scale of Life Satisfaction, Beck Depression Inventory and the Mini-Mental State Examination. To collect data on physical activity we applied the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) and used pedometers (model NewLifestyles NL - 2000, only the 3rd time assessment). To verify the effect of program type and physical activity level on the three moments, we used a repeated measures MANOVA (3x3). The Pearson correlation coefficient and multiple linear regression were used to assess the influence of sociodemographic and physical activity variables on the psychological and cognitive ones. In Study 1, the results show that the different types of physical activity program had no impact on life satisfaction, depression and cognitive function. The Study 2 revealed that older people with higher levels of physical activity had a significant improvement in depression after six months, while the ones that present low and moderate physical activity levels had signs of increased depression . The same was verified in the cognition-affection variable. Regarding cognitive function, the intervention program only demonstrated significant improvements for high level of physical activity after one year, and specifically on retention, attention and calculation, recall and constructive ability. On Study 3 was verified a relationship between the level of education and life satisfaction. Gender, age and educational level relates to cognitive function. In conclusion, this studies demonstrate that for improving depression and cognitive function in moderately active elderly, is more important the physical activity level than the program type.
Descrição: Tese de Doutoramento em Ciências do Desporto
URI: http://hdl.handle.net/10348/2379
Tipo de Documento: Tese de Doutoramento
Aparece nas colecções:OLD - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
phd_svdsouto.pdf4,48 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.