Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/2793
Title: Procrastinação para o estudo e autoeficácia académica em alunos do 3º Ciclo e Ensino Secundário: relação com o rendimento escolar e o nivel socioeconómico
Authors: Baptista, Anabela Silva
Advisor: Antunes, Maria Cristina Quintas
Keywords: Rendimento escolar
Procrastinação
Autoeficácia
Nível socioeconómico
Issue Date: 17-Oct-2013
Abstract: A procrastinação é um fenómeno complexo que abrange múltiplos fatores, nomeadamente fatores sociais, cognitivos e afetivos. São vários os estudos realizados nesta área, tendo demonstrado que este é um comportamento bastante frequente em diversos contextos, particularmente no contexto escolar podendo trazer consequências negativas para o rendimento escolar. A investigação procurado estudar a relação da procrastinação com outras variáveis, sendo a autoeficácia uma delas; no entanto os resultados dos estudos têm sido contraditórios. A primeira parte deste trabalho consiste na revisão de estudos empíricos enquadrados na problemática em questão. A segunda parte apresenta um estudo empírico com o objetivo de verificar a relação entre a procrastinação no estudo e a autoeficácia académica com o rendimento escolar e nível socioeconómico, assim como analisar do género, ano de escolaridade e habilitações dos pais nessas variáveis. O estudo foi realizado com 295 alunos a frequentar entre o 7º e o 12º anos de escolaridade, com idades compreendidas entre os 11 e os 19 anos. Os dados foram recolhidos através de um Questionário Sociodemográfico, da Escala de Autoeficácia Académica (EAEA) de Neves e Faria (2005) e do Questionário de Procrastinação no Estudo construída e validada por Rosário e Costa (2007). Os resultados demonstraram que os rapazes são em média mais procrastinadores do que as raparigas, sendo também as raparigas detentoras de maiores crenças de autoeficácia, particularmente na disciplina de português. Verificou-se uma relação significativa entre a procrastinação e o rendimento escolar. Também as habilitações dos pais estão significativamente relacionadas num sentido positivo com a procrastinação e a autoeficácia dos filhos. Das variáveis em estudo, a procrastinação no estudo para os testes é o melhor preditor para o rendimento escolar, operacionalizado pela nota no 3º período a matemática e a português.
Procrastination is a complex phenomenon involving multiple factors, including social, cognitive and affective ones. Several studies have been conducted in this area, having demonstrated that procrastination is quite common in many contexts, particularly in the school context, and may bring negative consequences for academic achievement. Research has pursued in the study of the relationship between procrastination and other variables, such as self-efficacy. Nevertheless empirical outcomes have been contradictory. The first part of this manuscript consists in the revision of the empirical studies concerning the problem under research. In the second part it is presented an empirical research with the aim of verifying the relation between procrastination and self-efficacy in academic context and their influence on school performance. It was also aimed to analyze gender and parental qualifications effects on these variables. The participants were 295 students attending 7th to 12th grades, aged between 11 and 19 years old. Data was collected through a Sociodemographic Questionnaire, the Academic Self-efficacy Scale (Neves & Faria, 2005) and the Procrastination in Study Questionnaire (Rosario & Costa, 2007). The results revealed that boys procrastinate more than girls, and girls hold higher self-efficacy beliefs, particularly in the subject of Portuguese Language. There was a significant negative relationship between procrastination and academic performance. The parental qualifications are significantly related in a positive direction with procrastination and self-efficacy of children. Procrastination was the best predictor of academic performance, obtained through Maths and Portuguese Language grades on final term.
Description: Dissertação de Mestrado em Psicologia da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10348/2793
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:OLD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_asbaptista.pdf944,13 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.